A APLICAÇÃO DE UM MODELO SEMIOLÓGICO DE ANÁLISE EM SAVANAS, DE ALMEIDA PRADO

Autores

  • Marina Carvalho Spoladore CLA-UNIRIO

Palavras-chave:

semiologia, análise, Nattiez

Resumo

Segundo Molino, o fato musical não pode ser corretamente analisado se não for levado em conta seu triplo modo de existência. Os processos de produção e recepção e a existência do traço material constituem o fundamento da tripartição semiológica, teoria inicialmente proposta pelo citado autor e posteriormente desenvolvida por Jean-Jacques Nattiez. Este último partiu dos três níveis (poiético, neutro e estésico) e propôs seis situações que a análise semiológica tripartite deve abranger. Nesta comunicação, abordamos a análise da obra Savanas, de Almeida Prado, realizada por Ana Cláudia de Assis, a fim de encontrar em suas afirmações aspectos correspondentes às situações analíticas de Nattiez.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-01-14

Como Citar

Spoladore, M. C. (2009). A APLICAÇÃO DE UM MODELO SEMIOLÓGICO DE ANÁLISE EM SAVANAS, DE ALMEIDA PRADO. Cadernos Do Colóquio, 9(1). Recuperado de http://seer.unirio.br/coloquio/article/view/220

Edição

Seção

Linguagem e estruturação musical