MÉTODOS DE ESTUDO PARA GUITARRA, VIOLA E VIOLÃO (OU VIOLA FRANCEZA) EDITADOS EM LÍNGUA PORTUGUESA

Autores

  • Adriana Olinto Ballesté Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

métodos de estudo, violão, viola, guitarra, viola franceza, século XIX

Resumo

Neste artigo analisamos os métodos de estudo para guitarra, viola e violão (ou viola franceza) publicados entre 1750 e 1900 em língua portuguesa. Na introdução contextualizamos, de forma breve, a inserção desses instrumentos musicais na sociedade brasileira e portuguesa. Mostramos quem foram autores dos métodos, suas intenções e motivações ao conceberem seu trabalho. E, por fim, descrevemos o conteúdo e as abordagens utilizadas em cada método.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Olinto Ballesté, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Doutoranda em música na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Mestre em Sistemas e Computação, com a dissertação Grafos na Modelagem de Sistemas de Animação (M.Sc., IME/RJ, 1994). Estudou violão na Escola de Música da UFRJ com Turíbio Santos, se apresentou em importantes teatros como o Municipal do Rio de Janeiro, de São Paulo e do Rio Grande do Sul. Em 1984, escreveu a monografia Independente de Tudo? sobre a produção independente em música, pela qual recebeu o Prêmio Torquato Neto, oferecido pela Rio Arte-IMAC. Em 1995, elaborou o primeiro site da Fundação Biblioteca Nacional, (www.bn.br/fbn/musica). Foi coordenadora de sistemas de informação do projeto Brasiliana: Catálogo Digital Radamés Gnattali, patrocinado pela Petrobras. Coordenou a elaboração técnica do Cd-rom multimídia do projeto Brasiliana nº 7 de Villa Lobos. É pesquisadora do Laboratório Nacional de Computação Científica e participa do grupo de pesquisa em Sistemas de Informações Musicais (UNIRIO/LNCC)

Downloads

Publicado

2010-03-09

Como Citar

Ballesté, A. O. (2010). MÉTODOS DE ESTUDO PARA GUITARRA, VIOLA E VIOLÃO (OU VIOLA FRANCEZA) EDITADOS EM LÍNGUA PORTUGUESA. Cadernos Do Colóquio, 10(1). Recuperado de http://seer.unirio.br/coloquio/article/view/475

Edição

Seção

Documentação e história da música