THE MANAGEMENT OF PAIN IN PRETERM INFANTS FROM THE PERSPECTIVE OF PARENTS A CONTRIBUTION TO NURSING

Main Article Content

Sandra Teixeira de Araújo Pacheco
Luanna Ribeiro Duffrayer
Mayara Daher Pacheco
Bárbara Bertolossi Marta Araújo

Resumo

 

Objetivos: Analisar como os pais percebem a dor em seu filho prematuro, conhecer os sinais comportamentais de dor que os pais da criança prematura reconhecem em seu filho e descrever os cuidados praticados por eles para minimizar a dor em seu filho prematuro. Método: Estudo qualitativo, onde se utilizou uma entrevista semi-estruturada, com nove pais de recém-nascidos prematuros em uma unidade de terapia intensiva neonatal de um hospital universitário do Rio de Janeiro, mo período de Agosto e Setembro de 2011. Resultado: Para análise dos dados adotou-se a análise de conteúdo na modalidade temática, originando 05 (cinco) categorias: A presença do choro; Percebendo mudanças corporais; Percebendo alterações na face; Percebendo alterações emocionais e Realizando medidas para minimizar a dor. Conclusões: Conclui-se que os pais reconhecem os sinais comportamentais de dor em seu filho prematuro, identificando-a através de mudanças corporais, faciais e alterações emocionais.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Pacheco ST de A, Duffrayer LR, Pacheco MD, Araújo BBM. THE MANAGEMENT OF PAIN IN PRETERM INFANTS FROM THE PERSPECTIVE OF PARENTS A CONTRIBUTION TO NURSING. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 28º de janeiro de 2013 [citado 19º de maio de 2022];5(1):3352-9. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/1980
Seção
Research
Biografia do Autor

Sandra Teixeira de Araújo Pacheco, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira Doutora. Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Luanna Ribeiro Duffrayer, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira. Graduada pela Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Mayara Daher Pacheco, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira. Graduada pela Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro Residente do Programa em Saúde Coletiva pela UFF

Bárbara Bertolossi Marta Araújo, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira Pediátrica e Neonatal. Doutoranda em Enfermagem UERJ. Professora Assistente da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)