Comunicando publicação de livros de enfermagem – destaques substantivos e adjetivos

Main Article Content

Vilma Carvalho

Resumo

Em nossos dias de III Milênio não é muito fácil falar da utilidade do uso de livros na educação superior, mormente no campo das profissões ditas científicas, onde a pesquisa na busca de resultados confiáveis já atingiu a objetividade do conhecimento com plena consideração em suas marcas devidamente registradas. No entanto, embora as profissões da saúde tenham a utilidade social como demarcação, nem todas conseguiram alcançar plenamente os termos e regras da objetividade científica e, assim, assegurar os critérios epistemológicos para justificar a verdade alcançada e, com isso, a credibilidade devida à consideração entendida e assumida universalmente. E a Enfermagem mesmo proposta entre as “ciências da saúde” (Brasil II/ PBDCT 1974) ainda não conseguiu ultrapassar os limites epistêmicos de “ciência em construção”. Com isso, as investigações em âmbito de prestar cuidados de enfermagem aos clientes, seus familiares e a comunidade como um todo se arrastam, às vezes à margem de uma assistência de qualidade. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Carvalho V. Comunicando publicação de livros de enfermagem – destaques substantivos e adjetivos. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de abril de 2014 [citado 17º de maio de 2022];6(2). Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/3760
Seção
Editorial
Biografia do Autor

Vilma Carvalho, Universidade Federal do rio de Janeiro

Professora Emérita da Universidade Federal do rio de Janeiro. Coordenadora do grupo de Pesquisa LEPISTEME da UFRJ-EEAN

Plum Analytics