Childbirth Influence Towards the Weaning During Puerperium Period / Influência do Parto Sobre o Desmame No Puerpério

Main Article Content

Francilene de Sousa Vieira
Ederson dos Santos Costa
Gleciane Costa de Sousa
Tatyanne Maria Pereira de Oliveira
Maria de Jesus Lopes Mousinho Neiva

Resumo

Objetivo: analisar a influência do parto sobre o desmame no puerpério. Métodos: Trata-se de um estudo observacional, descritivo, transversal, de caráter quantitativo. A realização do estudo ocorreu em uma maternidade do município de Caxias-Maranhão. Resultados: a maioria das puérperas eram multíparas, que atingiram o número de consultas recomendadas pelo Ministério da Saúde durante pré-natal, pouco mais da metade (55,9%) tiveram parto vaginal e a grande maioria (71,0%) realizaram a amamentação na primeira hora pós-parto, o que tem favorecido a adesão ao AME refletindo positivamente sobre a saúde da mulher e da criança. Conclusão: a identificação dos fatores associados á interrupção do aleitamento materno durante a consulta pré-natal, assim como, no puerpério, decorrentes do tipo de parto, contribui com planejamento de ações e políticas no sentido de melhorar os índices de desmame precoce.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Vieira F de S, Costa E dos S, Sousa GC de, Oliveira TMP de, Mousinho Neiva M de JL. Childbirth Influence Towards the Weaning During Puerperium Period / Influência do Parto Sobre o Desmame No Puerpério. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 21º de janeiro de 2019 [citado 17º de janeiro de 2022];11(2):425-31. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/6361
Seção
Research
Biografia do Autor

Francilene de Sousa Vieira, Universidade Estadual do Maranhão

Enfermeira

Pós-graduanda em Biodiversidade, Ambiente e Saúde

Especialista em Saúde Pública e Saúde da Família

Ederson dos Santos Costa, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO

Enfermeiro (UEMA). Departamento de Ciências da Saúde.

Gleciane Costa de Sousa, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO

Enfermeira

Pós-graduanda em Biodiversidade, Ambiente e Saúde.

Tatyanne Maria Pereira de Oliveira, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO

Enfermeira (UEMA). Departamento de Ciências da Saúde.

Maria de Jesus Lopes Mousinho Neiva, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO

Enfermeira. Mestre em Enfermagem (UFPI). Docente do Centro de Estudos Superiores de Caxias (CESC).

Plum Analytics