The Intervening Factors on the Treatment Adherence of Drug Users Assisted By a Caps-Ad / Fatores Intervenientes na Adesão ao Tratamento de Usuários de Drogas Atendidos no Caps-Ad

Main Article Content

Marcelle Paiano
Vanessa Midori Kurata
Ana Patrícia Araujo Torquato Lopes
Geovana Batistela
Sonia Silva Marcon

Resumo

Objetivo: conhecer os fatores que interferem na adesão de usuários de drogas ao tratamento ambulatorial. Métodos: Estudo descritivo, de natureza qualitativa, cujos dados foram coletados entre agosto e dezembro de 2015 por meio de entrevista com sete usuários e submetidos à análise de conteúdo temática. Resultados: O primeiro contato com as drogas normalmente ocorre por influência de amigos, enquanto a busca por tratamento no CAPSad ocorre por vontade própria, sendo que a família interfere positivamente no início e também na continuidade do tratamento. Os fatores que favorecem a adesão ao tratamento foram: disponibilidade dos profissionais de saúde no atendimento aos pacientes, o que se contrapõe à dificuldade de acesso ao serviço. Conclusão: Para manter a adesão ao tratamento no âmbito ambulatorial se faz necessário: desejo do usuário em parar de usar drogas, apoio familiar, vínculo com os profissionais e facilidade de acesso ao serviço, em termos geográfico, financeiro e estrutural.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Paiano M, Kurata VM, Lopes APAT, Batistela G, Marcon SS. The Intervening Factors on the Treatment Adherence of Drug Users Assisted By a Caps-Ad / Fatores Intervenientes na Adesão ao Tratamento de Usuários de Drogas Atendidos no Caps-Ad. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 14º de fevereiro de 2020 [citado 20º de agosto de 2022];11(3):687-93. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/7072
Seção
Research
Biografia do Autor

Marcelle Paiano, Universidade Estadual de Maringá

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora da Graduação e Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Estadual de Maringá.

Vanessa Midori Kurata, Secretaria Municipal de Saúde de Uniflor- PR

Enfermeira. Mestranda em Enfermagem na Universidade Estadual de maringá.

Ana Patrícia Araujo Torquato Lopes, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - Campos Coxim.

Enfermeira. doutoranda em Enfermagem na Universiade Estadual de Maringá.

Geovana Batistela, Não está vinculada

Enfermeira

Sonia Silva Marcon, Universidade Estadual de Maringá

Enfermeira. Doutora em enfermagem. Professora da graduação e pós-graduação em Enfermagem.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>