The utilization of educational technologies: huge gap between the real and the ideal training processes in nursing education / Utilização das tecnologias educativas: distância oceânica entre o processo formativo real e o ideal na enfermagem

Main Article Content

Marília Moreira Torres Gadelha
http://orcid.org/0000-0001-9842-1169
Mayara Evangelista de Andrade
http://orcid.org/0000-0001-5256-2169
Jéssica Mayara Almeida Silva
http://orcid.org/0000-0001-8727-508X
Isaura Carolina Brandão Bezerra
http://orcid.org/0000-0002-6638-5412
Andressa Pereira do Carmo
http://orcid.org/0000-0002-6718-1809
Marcelo Costa Fernandes
http://orcid.org/0000-0003-1626-3043

Resumo

Objetivo: analisar os entraves durante o percurso acadêmico no curso de Enfermagem acerca da utilização das tecnologias educativas. Métodos: pesquisa descritiva com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas com discentes de enfermagem no período de novembro de 2016 a janeiro de 2017, sendo os depoimentos analisados através da análise de discurso. Resultados: os discentes discursaram como entraves o fato dos docentes permanecerem fincados no método tradicional de ensino; a falta de interesse em levar essas tecnologias para o ambiente de ensino, além da formação dos próprios educadores serem focadas em um ensino com metodologias tradicionais. Conclusão: surge a necessidade de discutir sobre o papel da gestão e a formação pedagógica necessária para a efetividade da docência em saúde, que, mesmo com todas as diretrizes norteadoras e reestruturadoras desse ensino, não garantem a formação do profissional com o perfil pretendido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Gadelha MMT, Andrade ME de, Silva JMA, Bezerra ICB, Carmo AP do, Fernandes MC. The utilization of educational technologies: huge gap between the real and the ideal training processes in nursing education / Utilização das tecnologias educativas: distância oceânica entre o processo formativo real e o ideal na enfermagem. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de maio de 2021 [citado 19º de janeiro de 2022];12:909-14. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/7950
Seção
Research
Biografia do Autor

Marília Moreira Torres Gadelha, Universidade Federal de Campina Grande

Enfermeira pela Universidade Federal de Campina Grande. Menstranda em Gestão e inovação em saúde pela UFRN. Pós-graduanda em Docência no ensino superior pela UFCG. Docente pela Instituição tecnológica da Paraíba - ITEC.

Mayara Evangelista de Andrade, Universidade Federal de Campina Grande

Enfermeira pela Universidade Federal de Campina Grande. Especialista em Enfermagem obstétrica e em Docência do Ensino Superior. Mestranda do Programa de Pós graduação em Enfermagem pela UFPB. 

Jéssica Mayara Almeida Silva, Universidade Federal de Campina Grande

Enfermeira pela Universidade Federal de Campina Grande. Enfermeira da Atenção Básica da Prefeitura de São Bento, Paraíba. Especialista em Saúde Coletiva com Enfase no Programa Saúde da Família pela FIP. Docente da Instituição tecnológica da Paraíba - ITEC.

Isaura Carolina Brandão Bezerra, Universidade Federal de Campina Grande

Enfermeira pela Universidade Federal de Campina Grande. Técnica em Auxiliar Administrativo pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba. Especialista em Urgência, Emergência e UTI adulto pelo Instituto Nacional de Ensino Superior e Pesquisa.

Andressa Pereira do Carmo, Universidade Federal de Campina Grande

Enfermeira pela Universidade Federal de Campina Grande. Especialista em Saúde Coletiva pela FIP. Pós graduanda em Pediatria e Neonatologia pela FACIBA. Coordenadora de ensino do Centro Técnico Pernambucano e Enfermeira assistencialista do Hospital Regional Inácio de Sá.

Marcelo Costa Fernandes, Universidade Estadual do Ceará

Enfermeiro pela Universidade Estadual do Ceará. Docente da Universidade Federal de Campina Grande. Doutor em Cuidados Clínicos em Enfermagem e Saúde pela Universidade Estadual do Ceará. Líder do Grupo de Pesquisa Laboratório de Tecnologias de Informação e Comunicação em Saúde – LATICS.

Plum Analytics

Referências

Mendonça ET, Cotta RMM, Lelis VP, Carvalho Junior PM. Paradigmas e tendências do ensino universitário: a metodologia da pesquisa-ação como estratégia de formação docente. Interface (Botucatu) [internet] 2015 jun [acesso em 10 nov 2017]; 19(53): 373-386. Disponível em: Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832015000200373&lng=en

Oliveira RR, Ferracioli L. Análise comparativa de desempenho de alunos de ensino médio em atividade com modelagem computacional exploratória e atividade tradicional sobre movimento dos corpos. Ens Pesqui Educ Ciênc [Internet] 2015 dez [acesso em 19 out 2017]; 17(3): 685-706. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-21172015000300685&lng=en&nrm=iso

Costa MAR; Souza VS; Teston EF; et al. Permanent education in health: the freire concept as an aid in care management. Rev Fun Care Online [Internet] 2018 abr/jun [acesso em 20 jun 2018]; 10(2):558-564. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/6368/pdf

Paim AS, Iappe NT, Rocha DLB. Métodos de enseñanza utilizados por docentes del curso de enfermería: enfoque en la metodología de investigación. Enferm Glob [Internet] 2015 [acesso em 12 fev 2017];14(37):136-52. Available from: https://revistas.um.es/eglobal/article/view/eglobal.14.1.186291/169001

Orlandi EP. Análise do Discurso: princípios e procedimentos. 6ª Ed. Campinas, SP: Pontes; 2005.

Brasil. Conselho Nacional de Saúde (Brasil). Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Brasília, 2012.

Silva JC; Araújo AD. A metodologia de pesquisa em análise do discurso. Grau Zero — Revista de Crítica Cultural. 2017 5(1).

Orlandi, EP. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. 11 ed. Campinas: Pontes Editores; 2013.

Aragão MN, Soares IG. (Trans)formando e ousando o método de ensino em enfermagem no cuidado à saúde mental. Rev port enferm saúde mental [Internet] 2014 dez [acesso em 19 mar 2017]; (12): 59-64. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1647-21602014000300008&lng=pt

Freire, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 36. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2016.

Quadros JS, Colomé JS. Metodologias de ensino-aprendizagem na formação do enfermeiro. Rev baiana enferm [Internet] 2016 abr/jun [acesso em 27 abr 2018]; 30(2): 1-10. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/15662/pdf_43

Cotta RMM, Silva LS, Lopes LL, Gomes KO, Cotta FM, Lugarinho R et al. Construção de portfólios coletivos em currículos tradicionais: uma proposta inovadora de ensino-aprendizagem. Ciênc Saúde Colet [Internet] 2012 mar [acesso em 27 abr 2018]; 17(3): 787-796. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012000300026&lng=en

Freitas ER, Barbosa AJG, Reis GA, Ramada RF, Moreira LC, Gomes LB et al. Educação em saúde para mulheres no climatério: impactos na qualidade de vida. Reprod clim [Internet] 2016 [acesso em 13 abr 2018]; 1(31): 37–43. Disponível em: http://recli.elsevier.es/pt/educacao-em-saude-mulheres-no/articulo/S141320871600008X/

Kalinowski CE, Massoquetti RMD, Peres AM, Larocca LM, Cunha ICKO, Gonçalves LS et al. Metodologias participativas no ensino da administração em Enfermagem. Interface (Botucatu) [Internet] 2013 dez [acesso em 19 fev 2018]; 17(47): 959-967. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832013000400019&lng=en

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais. Brasília; 2001.

Alves EATD, Cogo ALP. Nursing students' perception of the learning process in a hospital setting. Rev gaúch enferm [Internet] 2014 mar [acesso em 20 jan 2018]; 35 (1): 102-109. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-14472014000100102&lng=en

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)