Experiences on the childbirth process: antagonism between desire and fear / Vivências no processo de parturição: antagonismo entre o desejo e o medo

Main Article Content

Selma Villas Boas Teixeira
http://orcid.org/0000-0001-8799-0243
Carolline Fontes Campos de Souza Silva
http://orcid.org/0000-0001-8706-1065
Leila Rangel da Silva
http://orcid.org/0000-0003-1831-0982
Cristiane Rodrigues da Rocha
http://orcid.org/0000-0002-5658-0353
Jessica Fernandes de Senna Nunes
http://orcid.org/0000-0002-5311-7291
Thelma Spindola
http://orcid.org/0000-0002-1785-5828

Resumo

Objetivo: Discutir a vivência de mulheres no processo de parturição. Método: Estudo descritivo, qualitativo, realizado num Centro Municipal de Saúde no Rio de Janeiro, em 2015, com 17 mulheres com até 42 dias de pós-parto. Empregou-se a técnica de entrevista semiestruturada e a técnica de análise de conteúdo na modalidade temática-categorial. Resultados: As participantes são multíparas, o parto realizado em maternidades públicas, e não receberam orientação no pré-natal sobre a parturição. Sentiram-se acolhidas, relacionaram a dor das contrações uterinas ao sofrimento físico, durante o trabalho de parto tiveram a opção de ingerir alimentos e água, adotaram a posição de litotomia, e o parceiro participou como acompanhante. Os profissionais de saúde, todavia, assumiram uma postura de controle sobre seus corpos no processo de parturição. Conclusão: Os resultados ratificam a importância de os casais serem orientados sobre a gestação e parto, para que possam vivenciá-lo de forma ativa e segura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Teixeira SVB, Silva CFC de S, Silva LR da, Rocha CR da, Nunes JF de S, Spindola T. Experiences on the childbirth process: antagonism between desire and fear / Vivências no processo de parturição: antagonismo entre o desejo e o medo. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 11º de outubro de 2018 [citado 16º de agosto de 2022];10(4):1103-10. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/8226
Seção
Research
Biografia do Autor

Selma Villas Boas Teixeira, Professora adjunta do Departamento Enfermagem Materno Infantil da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) - UNIRIO. Pesquisadora da área da Saúde da Mulher.

Enfermeira Obstetra. Doutora em Enfermagem.

Carolline Fontes Campos de Souza Silva, Universidade Federal Fluminense. Bacharel em Enfermagem pela Escola de Enfermagem Alfredo Pinto. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Enfermeira Residente em Enfermagem Obstétrica.

Leila Rangel da Silva, Professora Associada do Departamento de Enfermagem Materno Infantil. Escola de Enfermagem Alfredo Pinto da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. 

Cristiane Rodrigues da Rocha, Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem Materno Infantil. Escola de Enfermagem Alfredo Pinto da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Enfermeira. Doutora em Enfermagem.

Jessica Fernandes de Senna Nunes, Graduanda do Curso de Enfermagem da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto. Bolsista Permanência da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Graduanda de Enfermagem

Thelma Spindola, Professora Associada do Departamento de Fundamentos de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ.

Enfermeira. Doutora em Enfermagem.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>