Convergent care research and the health of the elderly: a systematic review / Pesquisa convergente assistencial e a saúde do idoso: uma revisão sistemática

Main Article Content

Célia Maria Gomes Labegalini
http://orcid.org/0000-0001-9469-4872
Poliana Ávila Silva
http://orcid.org/0000-0002-5930-7424
Ieda Harumi Higarashi Harumi Higarashi
http://orcid.org/0000-0002-4205-6841
Maria Elisabeth Kleba
http://orcid.org/0000-0002-6703-8375
Lina Márcia Miguéis Berardinelli
http://orcid.org/0000-0003-3412-8398
Vanessa Denardi Antoniassi Baldissera
http://orcid.org/0000-0003-1680-9165

Resumo

Objetivo: Analisar as publicações centradas na Pesquisa Convergente Assistencial na atenção ao idoso. Método: Revisão sistemática realizada nas bases de dados utilizando a palavra-chave “Pesquisa Convergente Assistencial” e o descritor “idoso”, e suas variações em artigos originais. Resultados: Dezenove publicações foram incluídas, estas foram realizadas predominantemente por enfermeiros e publicadas na mesma área. Contemplam principalmente atividades educativas com profissionais e familiares de idosos a fim de instrumentalizar o cuidado, e se apresentam como método efetivo de transformação de práticas. Contudo, poucos estudos adotam todos os itens teórico-metodológicos propostos pela abordagem. Conclusão: O desenvolvimento da Pesquisa Convergente Assistencial na área da saúde do idoso delineia-se em torno das práticas educativas, e requerer maior clareza metodológica quanto a sua realização.



Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Gomes Labegalini CM, Silva P Ávila, Higarashi IHHH, Kleba ME, Berardinelli LMM, Baldissera VDA. Convergent care research and the health of the elderly: a systematic review / Pesquisa convergente assistencial e a saúde do idoso: uma revisão sistemática. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de junho de 2021 [citado 24º de janeiro de 2022];13:538-46. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/9300
Seção
Review
Biografia do Autor

Célia Maria Gomes Labegalini, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

Enfermeira. Doutora em Enfermagem pela Universidade Estadual de Maringá, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Enfermagem, Maringá. Docente Colaboradora do Colegiado de Enfermagem da Universidade Estadual do Paraná, Paranavaí/PR.

Poliana Ávila Silva, Universidade Estadual de Maringá

Efnfermeira. Doutoranda em Enfermagem. Universidade Estadual de Maringá, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Enfermagem, Maringá, Paraná, Brasil.

Ieda Harumi Higarashi Harumi Higarashi, Universidade Estadual de Maringá

Enfermeira. Doutora. Docente na Universidade Estadual de Maringá, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Enfermagem, Maringá, Paraná, Brasil.

Maria Elisabeth Kleba, Universidade Comunitária da Região de Chapecó

Enfermeira. Doutora. Docente naUniversidade Comunitária da Região de Chapecó, Departamento de Enfermagem, Chapecó, Santa Catarina, Brasil.

Lina Márcia Miguéis Berardinelli, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira. Doutora. Docente na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Departamento de Enfermagem, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

Vanessa Denardi Antoniassi Baldissera, Universidade Estadual de Maringá

Enfermeira. Doutora. Docente na Universidade Estadual de Maringá, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Enfermagem, Maringá, Paraná, Brasil.

Plum Analytics

Referências

Trentini M, Paim L, Silva DMGV. Pesquisa Convergente Assistencial - PCA: delineamento provocador de mudanças nas práticas de saúde. 3 ed. Porto Alegre: Moriá; 2014.

Pivoto FL, Danilo W, Filho L, Sidney S, Santos C, Lunardi VL. Pesquisa convergente-assistencial: revisão integrativa de produções científicas da enfermagem. Texto Contexto Enferm. [Internet]. 2013 [citado 2019 fev. 27]; 22(3):843–849. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v22n3/v22n3a34.pdf

Bonetti A, Silva DGV, Trentini M. O método da Pesquisa Convergente Assistencial em um estudo com pessoas com doença arterial coronariana. Esc Anna Nery. 2013; 17(1):179–83. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-81452013000100025

Costa NRCD, Aguiar MIF, Rolin ILTP, Rabelo PPCR, Oliveira DLA, Barbosa YC. Política de saúde do idoso: percepção dos profissionais sobre sua implementação na atenção básica. Rev Pesq Saúde. [Internet].2015 [citado 2019 fev. 26]; 16(2):95-101. Disponível em: http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/revistahuufma/article/view/4239/2270

Joanna Briggs Institute. Systematic Review Resource Package. Method for Systematic Review Research Quick Reference Guide [Internet]. Adelaide (AU): JBI; 2015 [citado 2019 fev. 17]. Disponível em: http://joannabriggs.org/assets/docs/jbc/operations/can-synthesise/CAN_SYNTHSISE_Resource-V4.pdf

Galvão TF, Pansani TSA, Harrad D(trad). Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: A recomendação PRISMA. Epidemiol. Serv. Saúde. 2015; 24(2): 335-42. DOI: http://dx.doi.org/10.5123/S1679-4974201500020001

Silva KM, Santos SMA. A práxis do enfermeiro da estratégia de saúde da família e o cuidado ao idoso. Texto contexto – enferm. 2015; 24(1):105-11. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072015000680013

Machado ARM, Santos WS, Dias FA, Tavares DMS, Munari DB. Potencializando um grupo de terceira idade de uma comunidade rural. Rev. esc. enferm. USP. 2015; 49(1):96-103. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420150000100013

Both JE, Leite MT, Hildebrandt LM, Spies J, Silva LAA, Beuter M. O morrer e a morte de idosos hospitalizados na ótica de profissionais de enfermagem. Ciênc.cuid. saúde. [Internet]. 2013 [citado 2019 fev. 27]; 12(3):558-65. Disponível em: http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-38612013000300019&lng=pt.

Both JE, Leite MT, Hildebrandt LM, Beuter M, Muller LA, Linck CL. Qualificação da equipe de enfermagem mediante Pesquisa Convergente Assistencial: contribuições ao cuidado do idoso hospitalizado. Esc. Anna Nery. 2014; 18(3):486-95. DOI: http://dx.doi.org/10.5935/1414-8145.20140069

Xavier MLF, Alvim NAT. Saberes e práticas de acompanhantes sobre complicações respiratórias pós-cirúrgicas no idoso, compartilhados com a enfermeira. Esc. Anna Nery. 2012; 16(3):553-60. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-81452012000300018

Teixeira MLO, Ferreira MA. Uma tecnologia de processo aplicada ao acompanhante do idoso hospitalizado para sua inclusão participativa nos cuidados diários. Textocontexto - enferm. 2009; 18(3): 409-17. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072009000300002

Teixeira MLO, Ferreira MA. Cuidado compartilhado: uma perspectiva de cuidar do idoso fundamentada na educação em saúde. Textocontexto - enferm. 2009; 18(4):750-58. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072009000400017

Vieira GB, Alvarez AM, Gonçalves LTI. A enfermagem diante dos estressores de familiares acompanhantes de idosos dependentes no processo de hospitalizacão e de alta. Ciênc.cuid.saúde. 2009; 8(4):645-51. DOI: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v8i4.9693

Lenardt MH, Hammerschmidt KSA, Borghi ÂCS, Vaccari É, Seima MD. O idoso portador de nefropatia diabética e o cuidado de si. Textocontexto - enferm. 2008; 17(2):313-20. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072008000200013

Gonçalves LHT, Schier J. "Grupo aqui e agora" uma tecnologia leve de ação sócio-educativa de enfermagem. Textocontexto- enferm. 2005; 14(2):271-79. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072005000200016

Medeiros FAL, Félix LG, Nóbrega MML. Processo Clinical Caritas em oficinas para cuidadores de idosos institucionalizados. Rev Bras Enferm. 2016; 69(6):1059-66. DOI: http://dx.doi.org/ 10.1590/0034-7167-2016-0359

Both JE, Leite MT, Hildebrandt LM, Massariol AM, Beuter M, Perrando MS. Oficinas temáticas como potencializadoras do cuidado a idosos hospitalizados. Rev. enferm. UFSM [Internet]. 2013 [citado 2019 fev. 27]; 3(n.esp):599-607. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/11009/pdf http://dx.doi.org/10.5902/2179769211009

Goes TM, Polaro SHI, Gonçalves LHT. Cultivo do bem viver das pessoas idosas e tecnologia cuidativo-educacional de enfermagem. Enferm.Foco. [Internet]. 2016 [citado 2019 fev. 27]; 7(2):47-51. Disponível em:

http://revista.portalcofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/794/319

Costa NP, Polaro SHI, Vahl EAC, Gonçalves LHT. Contação de história: tecnologia cuidativa na educação permanente para o envelhecimento ativo. Rev. Bras. Enferm. 2016; 69(6):1132-39. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0390

Tomasi AVR, Santos SMA, Honório GJS, Locks MOH. Incontinência urinária em idosas: práticas assistenciais e proposta de cuidado âmbito da atenção primária de saúde. Texto contexto-enferm. 2017; 26(2):e6800015. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072017006800015

Sena ELS, Meira EC, Souza AS, Santos ISC, Souza DM, Alvarez AM, Gonçalves LHT. Tecnologia cuidativa de ajuda mútua grupal para pessoas com parkinson e suas famílias. . Texto contexto-enferm. 2010; 19(1): 93-103.

Mendes NP, Costa NP, Campos ACV, Polaro SHI, Gonçalves LHT. Tecnologia socioeducacional de videodebate para o cultivo do envelhecimento ativo. Esc Anna Nery 2018; 22(3):e20170427.

Freire MRSM, Nóbrega MML. O idoso hipertenso e o autocuidado. Rev. RENE. 2001; 2(1):58-66.

Olympio PCAP, Alvim NAT. Board games: gerotechnology in nursing care practice. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018; 71(suppl 2):818-26. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0365

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)