Palliative care in primary health care: scientific production of dissertations and theses in the brazilian scenario / Cuidados paliativos na atenção primária à saúde: produção científica de dissertações e teses no cenário brasileiro

Main Article Content

Isabelle Cristinne Pinto Costa
http://orcid.org/0000-0002-2611-8643
Leonia Maria de Lima
http://orcid.org/0000-0002-9666-7584
Thaís Costa de Oliveira
http://orcid.org/0000-0003-3091-9360
Ana Claúdia Mesquita Garcia
http://orcid.org/0000-0001-9793-7905
Cintia Bezerra Almeida Costa
http://orcid.org/0000-0002-1179-5852
Brunna Hellen Saraiva Costa
http://orcid.org/0000-0001-7511-9856

Resumo

Objetivo: Analisar a produção científica de Programas de Pós-graduação stricto sensu brasileiros sobre Cuidados Paliativos na Atenção Primária à Saúde. Método: Revisão bibliométrica, realizada por meio da busca de Dissertações e Teses, defendidas entre 2006 e 2017, disponíveis nas bases de dados Portal Domínio Público, BDTD, Banco de Teses e Dissertações da USP, UFRJ, UFSC e Portal de Teses e Dissertações da CAPES. Resultados: A amostra foi constituída por 33 trabalhos, sendo 23 Dissertações e 10 Teses. Os estudos encontrados são, em sua maioria, dissertações defendidas em 2015, provenientes da USP, realizadas em Estratégias de Saúde da Família (ESF), tendo como sujeitos de pesquisa os profissionais de saúde. Conclusão: Ainda que incipiente, a produção científica de dissertações e teses produzidas pelos Programas de Pós-graduação stricto sensu pode colaborar para a discussão, entre gestores e profissionais de saúde, sobre o desenvolvimento dos Cuidados Paliativos na Atenção Primária de Saúde brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Costa ICP, Lima LM de, Oliveira TC de, Garcia ACM, Costa CBA, Costa BHS. Palliative care in primary health care: scientific production of dissertations and theses in the brazilian scenario / Cuidados paliativos na atenção primária à saúde: produção científica de dissertações e teses no cenário brasileiro. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de maio de 2021 [citado 19º de maio de 2022];12:1362-7. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/9457
Seção
Integrative Review of the Literature
Biografia do Autor

Isabelle Cristinne Pinto Costa, Universidade Federal de Alfenas

Enfermeira e Fonoaudióloga. Doutora em enfermagem. Professora Adjunta da Universidade Federal de Alfenas- UNIFAL – MG. Líder do Grupo Centro Interdisciplinar de Estudos em Cuidados Paliativos Alfenas- Minas Gerais – Brasil.  Pesquisadora e membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Bioética e Cuidados Paliativos - UFPB, João Pessoa - Paraíba – Brasil.

Leonia Maria de Lima, UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Especialista em Cuidados Paliativos. Médica da Prefeitura Municipal de João Pessoa- SAD, João Pessoa - Paraíba – Brasil. 

Thaís Costa de Oliveira, Universidade Federal da Paraíba

Enfermeira. Doutoranda em enfermagem pela UFPB. Professora do Centro de Ensino Grau Técnico. Pesquisadora e membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Bioética e Cuidados Paliativos - UFPB, João Pessoa - Paraíba – Brasil.

Ana Claúdia Mesquita Garcia, Universidade Federal de Alfenas

Enfermeira. Doutora em Ciências. Professora Adjunta da Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG. Líder do Grupo Centro Interdisciplinar de Estudos em Cuidados Paliativo - UNIFAL-MG, Alfenas – Minas Gerais - Brasil. 

Cintia Bezerra Almeida Costa, UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta da Universidade Federal da Paraíba- UFPB, João Pessoa - Paraíba – Brasil.

Brunna Hellen Saraiva Costa, UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Pós graduanda em Emergência e UTI. Pesquisadora e membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Bioética e Cuidados Paliativos - UFPB, João Pessoa - Paraíba – Brasil. 

Plum Analytics

Referências

Floriani CA, Schramm FR. Desafios morais e operacionais da inclusão dos cuidados paliativos na rede de atenção básica. Cad Saúde Pública. 2007 [acesso em 30 maio 2019];23(9):2072-80. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v23n9/08.pdf.

Pivodic L, Pardon K, Van den Block L, Van Casteren V, Miccinesi G, Donker GA, et al. Palliative care service use in four European countries: a cross-national retrospective study via representative networks of general practitioners. PLoS One. 2013 [acesso em 30 maio 2019];8(12):e84440. Disponível em: <https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0084440>.

Queiroz AHAB, Pontes RJS, Souza AMA, Rodrigues TB. Perception of family members and health professionals on end of life care within the scope of primary health care. Ciênc Saúde Coletiva. 2013 [acesso em 20 maio 2019];18(9):2615-23. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/csc/v18n9/v18n9a16.pdf>.

Luckett T, Phillips J, Agar M, Virdun C, Green A, Davidson PM. Elements of effective palliative care models: a rapid review. BMC Health Serv Res. 2014 [acesso em 20 maio 2019];14:136. Disponível em: <https://bmchealthservres.biomedcentral.com/articles/10.1186/1472-6963-14-136>.

Paz CRP, Pessalacia JDR, Zoboli ELCP, Souza HFGL, Schveitzer MGC. New demands for primary health care in Brazil: palliative care. Invest Educ Enferm. 2016 [acesso em 21 maio 2019];34(1):46-57. Disponível em: <http://www.scielo.org.co/pdf/iee/v34n1/v34n1a06.pdf>.

Knaul FM, Farmer P, Krakauer EL, De Lima L, Bhadelia A, Jiang Kwete X et al. Alleviating the access abyss in palliative care and pain relief-an imperative of universal health coverage: the Lancet Commission report. Lancet. 2018 [acesso em 07 abr 2019];391(10128):1391-1454. Disponível em: <https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(17)32513-8/fulltext>.

World Health Organization (WHO). Integrating palliative care and symptom relief into primary health care: a WHO guide for planners, implementers and managers. 2018.

Ahmedzai SH, Costa A, Blengini C, Bosch A, Sanz-Ortiz J, Ventafridda V et al. International working group convened by the European School of Oncology: a new international framework for palliative care. Eur J Cancer. 2004 [acesso em 07 abr 2019];40(15):2192–2200. Disponível em: <https://www.ejcancer.com/article/S0959-8049(04)00497-6/fulltext>.

World Health Organization (WHO) Regional Office for Europe. Palliative care: the solid facts. Copenhagen: World Health Organization; 2004.

Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional dos Secretários de Saúde Resolução 41, de 31 de outubro de 2018. Dispõe sobre as diretrizes para a organização dos cuidados paliativos, à luz dos cuidados continuados integrados, no âmbito Sistema Único de Saúde (SUS), 2018. [acesso em 30 maio 2019]. Disponível em: <http://www.saude.gov.br/bvs>.

Olweny C, Sepulveda C, Merriman A, Fonn S, Borok M, Ngoma T, et al. Desirable services and guidelines for the treatment and palliative care of HIV disease patients with cancer in Africa: a World Health Organization consultation. J Palliat Care. 2003 [acesso em 30 maio 2019];19(3):198-205. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/14606333>.

Sepúlveda C. Palliative care in resource-constrained settings for people living with HIV and other life-threatening illnesses: the World Health Organization approach. In: Holloway J, Seaton R, editores. Palliative care in resource-constrained settings for people living with HIV/AIDS and other life-threatening illnesses: presentations from the 14th international conference on the care of the terminally ill. Montreal: Canada; 2002.

De Lima L. Advances in palliative care in Latin America and the Caribbean: ongoing projects of the Pan American Health Organization (PAHO). J Palliat Med. 2001 [acesso em 28 maio 2019];4(2):228-231. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11441632>.

Hutchins BI, Yuan X, Anderson JM, Santangelo GM. Relative Citation Ratio (RCR): a new metric that uses citation rates to measure influence at the article level. PLoS Biol. 2016 [acesso em 31 maio 2019];14(9):e1002541. Disponível em: <https://journals.plos.org/plosbiology/article/file?id=10.1371/journal.pbio.1002541&type=printable>.

Vošner HB, Kokol P, Bobek S, Železnik D, Završnik J. A bibliometric retrospective of the Journal Computers in Human Behavior (1991– 2015). Comput Human Behav. 2016 [acesso em 31 maio 2019];65:46-58. Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S074756321630591X?via%3Dihub>.

Silva AMF, Martini JG, Becker SG. A teoria das representações sociais nas dissertações e teses em enfermagem: um perfil bibliométrico. Texto contexto - enferm. 2011 [acesso em 24 jul 2019];20(2):294-300. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/tce/v20n2/a11v20n2.pdf>.

Matsumoto DY. Cuidados paliativos: conceito, fundamentos e princípios. In: Carvalho, RT, Parsons HA, organizadores. Manual de cuidados paliativos. São Paulo: Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP); 2012. p.23-30.

Sidone OJG, Haddad EA, MENA-CHALCO AJP. A ciência nas regiões brasileiras: evolução da produção e das redes de colaboração científica. Trans Informação. 2016 [acesso em 18 maio 2018];28(1):15-31. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/tinf/v28n1/0103-3786-tinf-28-01-00015.pdf>.

Baliza MF, Bousso RS, Spineli VMCD, Silva L, Poles K. Cuidados paliativos no domicílio: percepção de enfermeiras da estratégia saúde da família. Acta Paul Enferm. 2012 [acesso em 18 maio 2019];25(2):13-8. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ape/v25nspe2/pt_03.pdf>.

Munday D, Petrova M, Dale J. Exploring preferences for place of death with terminally ill patients: qualitative study of experiences of general practitioners and community nurses in England. BMJ. 2009 [acesso em 10 maio 2019];338:b2391. Disponível em: <https://www.bmj.com/content/bmj/339/bmj.b2391.full.pdf>.

Faller JW, Brusnicki PH, Zilly A, Brofman, MCBFS, Cavalhieri L. Perfil de idosos acometidos por câncer em cuidados paliativos em domicílio. Rev Kairós Gerontologia. 2016 [acesso em: 05 jun 2019];19(22):22-43. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/index.php/kairos/article/view/31612/22012>.

Nunes, L. Ética em cuidados paliativos: limites ao investimento curativo. Rev Bioét. 2008 [acesso em 23 maio 2019];16(1):41-50. Disponível em: <http://revistabioetica.cfm.org.br/index.php/revista_bioetica/article/view/54/57>.

Costa RS, Santos AGB, Yarid SD, Sena ELS, Boery RNSO. Reflexões bioéticas acerca da promoção de cuidados paliativos a idosos. Saúde Debate. 2016 [acesso em 10 maio 2019];40(108):170-177. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/sdeb/v40n108/0103-1104-sdeb-40-108-00170.pdf>.

Hermes HR, Lamarca ICA. Cuidados paliativos: uma abordagem a partir das categorias profissionais de saúde. Cien Saúde Colet. 2013 [acesso em 24 jul 2019];18(9):2577-88. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/csc/v18n9/v18n9a12.pdf>.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>