Nursing diagnoses representative of the demand for care in hospitalized elderly people / Diagnósticos de enfermagem representativos da demanda de cuidados em pessoas idosas hospitalizadas

Main Article Content

Fabiana Medeiros Brito
http://orcid.org/0000-0003-3824-0168
Jacira dos Santos Oliveira
http://orcid.org/0000-0002-3863-3917
Oriana Deyze Correia Paiva Leadebal
Maria das Graças de Melo Fernandes
http://orcid.org/0000-0001-6294-9930
Kamyla Félix Oliveira dos Santos
http://orcid.org/0000-0002-1607-195X

Resumo

Objetivos: identificar os diagnósticos de enfermagem representativos da demanda de cuidados em pessoas idosas hospitalizadas e investigar a associação entre os tais diagnósticos e classificação de dependência de cuidados. todo: estudo descritivo, epidemiológico, transversal, realizado com 112 pessoas idosas internadas. Os dados foram coletados utilizando entrevista, sendo analisados por estatística descritiva dos dados, teste qui-quadrado de Pearson e regressão logística. Resultados: os diagnósticos de enfermagem identificados foram: ansiedade (94,6%), déficit de autocuidado para banho (91,1%), eliminação urinária prejudicada (75,9%), déficit de autocuidado para alimentação (74,1%), mobilidade no leito prejudicada (59,8%), risco de integridade da pele prejudicada (47,3%), mobilidade física prejudicada (33,9%) e integridade da pele prejudicada (30,4%), além de associação entre a maioria dos diagnósticos de enfermagem e classificação de dependência de cuidados. Conclusão: a identificação desses diagnósticos e da demanda de cuidados da população idosa hospitalizada é de essencial importância para subsidiar a prática efetiva da Enfermagem.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Brito FM, Oliveira J dos S, Leadebal ODCP, Fernandes M das G de M, Santos KFO dos. Nursing diagnoses representative of the demand for care in hospitalized elderly people / Diagnósticos de enfermagem representativos da demanda de cuidados em pessoas idosas hospitalizadas. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 7º de junho de 2021 [citado 24º de janeiro de 2022];13:912-8. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/9636
Seção
Research
Biografia do Autor

Fabiana Medeiros Brito, Universidade Federal da Paraíba

Enfermeira. Doutoranda em Enfermagem pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professora da Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba – FCM/PB. Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Saúde do Adulto e do Idoso da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Jacira dos Santos Oliveira, Universidade Federal da Paraíba

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora do Departamento de Enfermagem Clínica da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Oriana Deyze Correia Paiva Leadebal, Universidade Federal da Paraíba

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora do Departamento de Enfermagem Clínica da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Maria das Graças de Melo Fernandes, Universidade Federal da Paraíba

Enfermeira. Doutora em Sociologia. Professora do Departamento de Enfermagem Clínica da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Saúde do Adulto e Idoso da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Kamyla Félix Oliveira dos Santos, Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora do Centro Universitário de João Pessoa – UNIPÊ. Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Saúde do Adulto e do Idoso da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Plum Analytics

Referências

Pereira DS, Nogueira JAD, Silva CAB. Quality of life and the health status of elderly persons: a population-based study in the central sertão of Ceará. Rev. bras. geriatr. gerontol. (Online). [Internet] 2015 [cited 2020 jun 11]; 18(4). Available at: https://doi.org/10.1590/1809-9823.2015.14123.

González EJ. Self-perceived health in the elderly, NOC taxonomy and nursing practice: a pragmatical approach. Gerokomos (Madr., Ed. impr.). [Internet] 2017 [cited 2020 jun 11]; 28(1). Available at: http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1134-928X2017000100005.

World Health Organization (WHO). Noncommunicable Diseases Progress Monitor. [Internet] Geneve: WHO; 2017 [cited 2020 jun 11]; Available at: https://www.who.int/publications/i/item/ncd-progress-monitor-2020.

Rowe JW, Fulmer T, Fried L. Preparing for Better Health and Health Care for an Aging Population. JAMA (Ed. port.). [Internet] 2016 [cited 2020 jun 11]; 316(16). Available at: https://doi.org/10.1001/jama.2016.12335.

Oliveira FMRL, Barbosa KTF, Fernandes WAAB, Brito FM, Fernandes MGM. Associação dos fatores sociodemográficos e clínicos ao risco de hospitalização de idosos atendidos na atenção primária de saúde. REME rev. min. enferm. [internet] 2019 [acesso em 11 de junho 2020]; 23. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1051111.

Lo AX, Donnelly JP, McGwin G, Bittner V, Ahmed A, Brown CJ. Impact of gait speed and instrumental activities of daily living on all-cause mortality in adults ≥65 years with heart failure. Am j cardiol. [Internet] 2015 [cited 2020 jun 11]; 115(6). Available at: https://doi.org/10.1016/j.amjcard.2014.12.044.

Popim RC, Dell´Acqua MCQ, Antonio TA, Braz ACG. Diagnósticos de enfermagem prevalentes em Geriatria segundo grau de dependência. Ciênc. cuid. saúde. [Internet] 2010 [acesso em 11 de junho 2020]; 9(1). Disponível em: https://doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v9i1.10525.

Herdman TH. NANDA International Nursing Diagnoses: Definitions and Classifications, 2018 – 2020. Porto Alegre: Artmed. [Internet] 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1055/b-006-161179.

Urbanetto JS, Marco R, Carvalho SM, Creutzberg M, Oliveira KF, Magnago TBS. Grau de dependência de idosos hospitalizados conforme o sistema de classificação de pacientes. Rev. bras. enferm. [Internet] 2012 [acesso em 11 de junho 2020]; 65(6). Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0034-71672012000600010.

Perroca MG. Development and content validity of the new version of a patient classification instrument. Rev. latinoam. enferm. (Online). [Internet] 2011 [cited 2020 jun 11]; 19(1). Available at: https://doi.org/10.1590/S0104-11692011000100009.

Almeida AV, Mafra SCT, Silva EP, Kanso S. A feminização da velhice: em foco as características socioeconômicas, pessoais e familiares das idosas e o risco social. Textos contextos (Porto Alegre). [Internet] 2015 [acesso em 11 de junho 2020]; 14(1). Disponível em: https://doi.org/10.15448/1677-9509.2015.1.19830.

Zambonin F, Lima KLB, Brito AR, Brito TB, Amorim RF, Caldart RV. Classificação dos pacientes na emergência segundo a dependência da enfermagem. Rev. enferm. UFPE on line. [Internet] 2019 [acesso em 11 de junho 2020]; 13(4). Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1021263.

Perroca MG, Gaidzinski RR. Instrumento de classificação de pacientes de Perroca: teste de confiabilidade pela concordância entre avaliadores - correlação. Rev. Esc. Enferm. USP. [Internet] 2002 [acesso em 11 de junho 2020]; 36(3). Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0080-62342002000300006.

Araujo MT, Velloso ISC, Queiroz CF, Henriques AVB. Dimensionamento de pessoal de enfermagem de uma unidade de clínica médica. Rev. enferm. Cent.-Oeste Min. [Internet]. 2016 [acesso em 11 de junho 2020]; 6(2). Available at: https://doi.org/10.19175/recom.v6i2.971.

Santos AMR, Almeida CAPL, Cardoso SB, Rocha FCV, Meneses SFL, Felix LNS, et al. Intercorrências e cuidados a idosos em Unidades de Terapia Intensiva. Rev. enferm. UFPE on line. [Internet] 2018 [acesso em 11 de junho 2020]; 12(11). Disponível em: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v12i11a236650p3110-3124-2018.

Sousa GS, Perrelli JGA, Botelho ES. Diagnóstico de enfermagem Risco de Suicídio em idosos: revisão integrativa. Rev. gaúch. enferm. [Internet] 2018 [acesso em 11 de junho 2020]; 39. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2018.2017-0120.

Lima WG, Nunes SFL, Alvarez AM, Valcarenghi RV, Bezerra MLR. Principais diagnósticos de enfermagem em idosos hospitalizados submetidos às cirurgias urológicas. Rev Rene (Online). [Internet] 2015 [acesso em 11 de junho 2020]; 16(1). Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/rene/article/view/2665.

Souza DGR, Doná F, Dias VN, Maia DAR, Lemos NFD, Gazzola JM. Análise da funcionalidade de idosos hospitalizados em uma enfermaria de Clínica Médica. Ver. Kairós. [Internet] 2018 [acesso em 11 de junho 2020]; 21(2). https://doi.org/10.23925/2176-901X.2018v21i4p55-71.

Bitencourt GR, Felippe NHMD, Santana RF. Diagnóstico de enfermagem eliminação urinária prejudicada em idosos no pós-operatório: um estudo transversal. Rev. enferm. UERJ. [Internet] 2016 [acesso em 11 de junho 2020]; 24(3). Disponível em: https://doi.org/10.12957/reuerj.2016.16629.

Pedrão TGG, Brunori EHFR, Santos ES, Bezerra A, Simonetti SH. Diagnósticos e intervenções de enfermagem para pacientes cardiológicos em cuidados paliativos. Rev. enferm. UFPE on line. [Internet] 2018 [acesso em 11 de junho 2020]; 12(11): 3038-3045. https://doi.org/10.5205/1981-8963-v12i11a234933p3038-3045-2018.

Ferreira AM, Rocha EN, Lopes CT, Bachion MM, Lopes JL, Barros ALBL. Diagnósticos de enfermagem em terapia intensiva: mapeamento cruzado e Taxonomia da NANDA-I. Rev bras Enferm. [Internet] 2016 [acesso em 11 de junho 2020]; 69(2). Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167.2016690214i.

Nogueira LL, Costa SSS, Silveira VDA, Porto GD, Tomaschewski-Barlem JG, Roggia PD. Diagnósticos e prescrições de enfermagem para idosos em situação hospitalar. Av. enferm. [Internet] 2015 [acesso em 11 de junho 2020]; 33(2). Disponível em: http://dx.doi.org/10.15446/av.enferm.v33n2.30762.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)