RECEPÇÃO DOS CLÁSSICOS, ESTUDOS PÓS-COLONIAIS E DECOLONIAIS:

REFLEXÕES PRELIMINARES SOBRE UMA PESQUISA DE DOUTORADO E O FANTASMA DA COLONIALIDADE DOS ESTUDOS CLÁSSICOS

Autores

  • Matheus Vargas de Souza UNIRIO

Palavras-chave:

Pós-Colonialismo; Estudos Decoloniais; Recepção dos Clássicos; Estudos Clássicos; História Antiga

Resumo

Neste ensaio me proponho a apresentar algumas indagações e reflexões preliminares relativas ao arcabouço teórico-metodológico necessário para a fase inicial da pesquisa de doutorado que venho desenvolvendo. O texto é, majoritariamente, um apanhado de problemas e encruzilhadas com as quais venho me deparando (em especial a Colonialidade dos Estudos Clássicos) e termina com uma conclusão sobre as implicações decoloniais de a pesquisa em Antiguidade (e discursos relacionados) se fazer no Sul Global. Apresento a linha de raciocínio traçada durante o primeiro semestre do doutorado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-10-01

Como Citar

Vargas de Souza, M. (2022). RECEPÇÃO DOS CLÁSSICOS, ESTUDOS PÓS-COLONIAIS E DECOLONIAIS: : REFLEXÕES PRELIMINARES SOBRE UMA PESQUISA DE DOUTORADO E O FANTASMA DA COLONIALIDADE DOS ESTUDOS CLÁSSICOS. Humanidades Em Revista, 4(1), 67–86. Recuperado de http://seer.unirio.br/hr/article/view/11504