A PANDEMIA E SEUS IMPACTOS PARA A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: REFLEXÕES ACERCA DOS CURSOS “PRÁTICAS ANTIRRACISTAS EM SAÚDE”

Autores

Palavras-chave:

Curricularização, Universidade, Formação Profissional, Extensão Universitária, Serviço Social

Resumo

A extensão universitária com sua função de produção e socialização de conhecimento estimulando o protagonismo dos sujeitos e o movimento de curricularização, opõe-se à postura da Universidade detentora do saber. Em tempos de pandemia, com a necessidade de buscarmos novas formas de adaptação através do ensino remoto emergencial, o risco desta adaptação deixar de ser emergencial para se tornar definitiva como resposta ao avanço do neoliberalismo na educação e, mais especificamente, no ensino superior no Brasil, torna-se real. Uma extensão universitária que promova a prática profissional, a consciência social e o compromisso político, torna-se um espaço essencial de estágio em Serviço Social. Adaptando-se ao formato remoto, o Projeto de Extensão Luz, Câmera, Ação conseguiu contribuir para a democratização do conhecimento através de webinários. Sendo assim, este trabalho tem como objetivos trazer a reflexão sobre o significado da extensão universitária nas Universidades Públicas Brasileiras como também na formação profissional em Serviço Social.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-08-05

Como Citar

Oliveira, M. (2022). A PANDEMIA E SEUS IMPACTOS PARA A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: REFLEXÕES ACERCA DOS CURSOS “PRÁTICAS ANTIRRACISTAS EM SAÚDE”. Humanidades Em Revista, 4(1), 205–219. Recuperado de http://seer.unirio.br/hr/article/view/11764