EDUCAÇÃO PERMANENTE E QUALIDADE NA ASSISTÊNCIA: CAMINHOS A TRILHAR

Neide Angelica Rufino, Emiliane Cunha Ferreira, Fernanda MCSN Oliveira, Maria da Soledad Simeão Santos

Resumo


EDUCAÇÃO PERMANENTE E QUALIDADE NA ASSISTÊNCIA: CAMINHOS A TRILHAR

 

Neide Angelica Rufino[1]

Emiliane Cunha Ferreira[2]

Fernanda Maria do Carmo da Silveira Neves de Oliveira[3]

Maria da Soledade Simeão dos Santos[4]

 

DESCRITORES: Educação em Enfermagem; Cuidados de Enfermagem; Qualidade da Assistência à Saúde

 

INRODUÇÃO: O presente trabalho tem como objeto a educação permanente no âmbito da prática de enfermagem. Na atualidade, há uma preocupação com a mudança da estrutura de ensino e a aplicação das metodologias ativas para capacitar profissionais de saúde. Refletimos sobre o cotidiano da enfermagem e as atuais maneiras de fornecer informações técnico-científicas ao enfermeiro na prática hospitalar, visando enriquecer a assistência de enfermagem através da educação permanente.

OBJETIVO: O objetivo deste trabalho é ampliar o conhecimento do Enfermeiro assistencial, em relação à qualidade da assistência ao cliente, sendo um elemento facilitador do processo ensino-aprendizagem.

METODOLOGIA: Trata-se de uma revisão integrativa, realizada nas bases de dados informatizadas LILACS, MEDLINE, IBECS e SCIELO, além de consulta há artigos de revistas online. Para tanto, a seleção dos textos atenderam os critérios de inclusão, resultando em cinqüenta e um artigos científicos.

RESULTADOS: Para levantar estas questões de novos caminhos para o aprendizado, este trabalho foi subsidiado por conceitos relacionados à educação permanente. A Educação Permanente emergiu recentemente como um método em saúde, sendo indispensável para as práticas de formação, atenção, gestão, formulação de políticas publicas e controle social, estabelecendo uma integralidade do cuidar, em conseqüência, transformar e interagir os saberes e prática, num cenário real do público alvo.

CONCLUSÃO: Concluímos que esta técnica é fundamental para a ação multiprofissional, na prática habitual, como estratégia de integralidade e resolutividade dos problemas de saúde.  

REFERÊNCIAS:

1.  CECCIM Ricardo Burg. Educação Permanente em Saúde: descentralização e disseminação de capacidade pedagógica na saúde. Ciênc. saúde coletiva [serial on the Internet]. 2005 Dec [cited 2010 July 16]; 10(4): 975-986. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232005000400020&lng=en Acessado em 25/03/210

2. Brasil. Ministério da Saúde. Plano Anual de: Capacitação : PAC 2009 programa de educação permanente do Ministério da Saúde / Ministério da Saúde, Secretaria-Executiva, Subsecretaria de Assuntos Administrativos. – Brasília : Ministério da Saúde, 2009.

3. CECCIM, Ricardo Burg; Feuerwerker, Laura C. M. O Quadrilátero da formação para a área da saúde: ensino, gestão, atenção e controle social. Physis: Revista de Saúde Coletiva v. 14 n.1 Rio de Janeiro jan/jun, 2004. p.41-65.

4. MERHY, Emerson Elias. O desafio que a educação permanente tem em si: a pedagogia da implicação. Revista, InterfaceComunicação saúde, Educação, v.9 n.16, p.161-77, set. 2004/fev.2005

 

 

 


[1] Enfermeira. Especialista em Docência Superior. Gerente do Programa de Resíduo do Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro. E-mail: angélica@ipub.ufrj.br

 [2]Enfermeira. Especialista em Saúde Mental. Suplente da Gerência de enfermagem e Preceptora do Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Mental IPUB/UFRJ.

[3] Enfermeira. Especialista em Enfermagem Pediatria e Enfermagem Oncológica. Enfermeira da Unidade de Terapia  Intensiva Pediátrica do Instituto Fernandes Figueira e do Instituto Nacional do Câncer.

[4] Enfermeira Drª. Docente da Universidade federal do Rio de janeiro – Escola de Enf. Anna Nery.

 

.

 

 

 


Palavras-chave


DESCRITORES: Educação em Enfermagem; Cuidados de Enfermagem; Qualidade da Assistência à Saúde

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v0.1106 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge
SCImago Institutions Rankings