Knowledge, attitudes and practices on contraception for teens

Gilka Paiva Oliveira Costa, Adriana Queiroga Sarmento Guerra, Ana Cristina Pinheiro Fernandes de Araújo

Resumo


OBJETIVO: Identificar como os adolescentes têm se comunicado sobre contracepção, seus conhecimentos, atitudes e comportamento sexual salientando a iniciação sexual e o uso de métodos contraceptivos (MCs).MÉTODOS: Estudo exploratório realizado com 570 estudantes do 7º ao 9º ano de escolaridade, no município de João Pessoa/Paraíba, Brasil, de ambos os sexos. Os dados foram realizados a partir de um questionário e analisados pela frequência, testes de qui-quadrado, t de student e regressão logística. RESULTADOS: Dos 570 participantes, a maioria tinha 14 a 16 anos e apresentaram pouco conhecimento e atitudes desfavoráveis ou ambivalentes. CONCLUSÃO: Apenas 65% conversaram sobre contracepção e 21,4% eram iniciados sexualmente. Entre esses, 49,3% nunca usaram métodos contraceptivos (MC). Não houve diferença significativa no uso de MCs entre os que conversaram ou não sobre contracepção (p= 0.201).


Palavras-chave


comportamento sexual, adolescente, atitudes, contracepção, gravidez na adolescência

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i1.3597-3608 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge