A SÍNDROME DE BURNOUT E SEUS FATORES DESENCADEANTES EM ENFERMEIROS DE UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE

Priscila Grangeia Santos, Joanir Pereira Passos

Resumo


Objetivos: Analisar os possíveis fatores desencadeantes da Síndrome de Burnout e discutir os indicativos desta síndrome em enfermeiros de Unidades Básicas de Saúde(UBS). Método: Os sujeitos foram enfermeiros de unidades básicas de uma região administrativa da área programática 3.1 do município do Rio de Janeiro. A coleta de dados foi realizada mediante entrevistas com trinta enfermeiros de três modalidades de unidades de saúde. Dois instrumentos foram utilizados no estudo: um roteiro de entrevista para caracterizar os sujeitos e obter elementos do trabalho do enfermeiro; e o Inventário em Burnout de Maslach (MBI) para apresentar os indicativos da síndrome. Resultados: O estudo apontou que os possíveis fatores desencadeantes da Síndrome de Burnout nas UBS foram os elementos do ambiente e condições de trabalho; e seguindo a avaliação do MBI, 16,7% dos profissionais apresentaram indicativo da Síndrome de Burnout. Conclusão: Os enfermeiros destacam os aspectos estruturais das unidades negativamente no desenvolvimento do trabalho. O percentual de indicativo da Síndrome de Burnout deve ganhar importância já que a mesma deteriora a qualidade de saúde e a qualidade do trabalho desses profissionais. Descritores: Enfermagem, Trabalho, Esgotamento profissional.

Palavras-chave


Enfermagem, Trabalho, Esgotamento profissional.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2009.v1i2.%25p 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.