Desenvolvendo Empreendedores e Criando Startups no curso de Sistemas de Informação

Luiz Melo Romão, Marcelo Leandro de Borba, Vanessa de Oliveira Collere

Resumo


O conceito de Universidade Empreendedora emerge como uma resposta às novas demandas da sociedade, ampliando suas interações e criando ambientes de inovação. Neste sentido, desde 2014, o Bacharelado em Sistemas de Informação da Univille em parceria com a Incubadora do Inovaparq, vem oferecendo para seus acadêmicos o Programa de Desenvolvimento do Empreendedorismo e Criação de Startups. O objetivo do programa é propor para os acadêmicos um novo modo de pensar e de construir produtos e serviços inovadores que levem a um negócio sustentável. O programa é dividido em 13 etapas que auxiliam desde a concepção de ideias de negócios até a sua validação com o mercado e já recebeu mais de 80 propostas. O programa é uma ferramenta que vem conseguindo sensibilizar um grande número de acadêmicos, prospectando propostas inovadoras e qualificando futuros empreendedores com conceitos atuais de desenvolvimento econômico e social com sustentabilidade ambiental.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRUC (2016). Associação brasileira das universidades comunitárias. [Online; Acessado 20-Outubro-2016].

Aguiar, R. S. (2013). O empreendedorismo em universidades. [Online; Acessado 15-Junho-2016].

Audy, J. L. N. (2006). Entre a tradição e a renovação: os desafios da universidade empreêndedora. A Universidade no Brasil: concepções e modelos, page 265.

Borba, E. (2015). Inovação Natural a Nova Essência do Mundo dos Negócios. Instituto Mobi.

Clark, B. R. (2003). Sustaining change in universities: Continuities in case studies and concepts. Tertiary Education and Management, 9(2):99–116.

Endeavor (2014). Empreendedorismo nas universidades brasileiras. [Online; Acessado 20-Outubro-2016].

Etzkowitz, H. (2008). The triple helix: university-industry-government innovation in action. Routledge.

Etzkowitz, H. and Viale, R. (2010). Polyvalent knowledge and the entrepreneurial university: A third academic revolution? Critical Sociology, 36(4):595–609.

Ries, E. (2014). A startup enxuta. Leya.

Romão, L. M., Provezi, J. A., Beltrãoo, J. A. R., and Ogê, M. (2016). O empreendedor e o empreendedorismo. Conversando sobre empreendedorismo / Collere, Vanessa de Oliveira et.al, page 172.

Souza, E. C. L. and Aquino Guimarães, T. (2005). Empreendedorismo alem do plano de negócio. Atlas.




Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


iSys - Revista Brasileira de Sistemas de Informação - CESI/SBC
ISSN Eletrônico: 1984-2902