“BENZER COM CAFÉ”: A OFERTA GASTRONÔMICA DA HOSPITALIDADE NO ESPAÇO RURAL DE CARMO, RJ

Dan Gabriel D’Onofre

Resumo


Ser agraciado com uma xícara ou copo de café nas propriedades rurais da Serra Fluminense está longe de ser apenas um simbolismo ilegível que estabelece laços entre hóspedes e anfitriões. O café é a síntese de esforços centrados na ocupação e integração da Região Serrana do Rio de Janeiro, a qual durante o período imperial detivera a primazia socioeconômica, sendo capaz de proporcionar mudanças na dinâmica internacional. Como objetivo, espera-se elucidar a importância do café para a integração da Região Serrana do Rio de Janeiro no século XIX, assim como os reflexos dessa prática na memória e identidade gastronômica dispensada na hospitalidade privada, através pesquisas em campo junto às famílias rurais e de dados secundários que privilegiam a relação entre a identidade gastronômica e a história serrana fluminense, com destaque ao município de Carmo.

Palavras-chave


Café; Serra Fluminense; Hospitalidade;Gastronomia

Texto completo:

PDF


Periódico Itinerarium - ISSN: 1983-7666 - Escola de Turismologia - Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCH) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)