End-User Development na Participação Eletrônica

Thiago Andrade, Renata Araujo

Resumo


Neste relatório descrevemos um mapeamento sistemático de literatura, com o objetivo principal de encontramos propostas que associem conceitos de desenvolvimento pelo usuário (end-user development) à possibilidade de usuários comuns, sem conhecimento em programação, criarem seus próprios softwares e/ou aplicativos computacionais no desenvolvimento de soluções tecnológicas que apoiem a participação de cidadãos em assuntos de interesse público. Do resultado do mapeamento sistemático, nenhum trabalho demonstrou-nos atender especificamente ao objetivo principal. Do resultado da busca, aproveitamos o relato de uma pesquisa sobre a aplicação do end-user development, mais especificamente do meta-design, em um órgão governamental. A proposta permitiu que funcionários públicos, sem conhecimento em programação, criassem as próprias aplicações computacionais para apoiarem suas atividades profissionais. Por fim refletimos se a adoção do meta-design poderia ser útil aos cidadãos comuns para criarem seus próprios aplicativos computacionais que apoiem sua participação democrática.

Palavras-chave


ciberdemocacia; democracia eletrônica; end-user development; governo eletrônico; meta-design

Texto completo:

PDF



UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Av. Pasteur, 458, Urca - CEP 22290-240
RIO DE JANEIRO – BRASIL