Marcas contemporâneas na cenografia e espacialidade cênica da Cia dos Atores

Paula Vilela Souza

Resumo


A presente dissertação pretenderá formular questões sobre a cenografia contemporânea, seus processos de criação e suas resultantes estéticas. Falar de cenografia contemporânea implica em compreender sua trajetória, suas características e seus parâmetros de análise. A partir de exemplos da Cia dos Atores, iremos perceber que, muitas vezes, a configuração desta cenografia está atrelada de forma imbricada ao processo de criação das obras, não sendo um elemento anterior ou posterior ao texto, à construção do personagem ou à cena, mas sim um elemento em permanente metamorfose junto ao processo de elaboração e realização do espetáculo. Diante disso, iremos analisar como o percurso da criação modifica o lugar da cenografia e do cenógrafo dentro de um processo dito colaborativo, no qual podemos enquadrar os trabalhos da Cia dos Atores. Processo este já bastante teorizado a partir da relação entre dramaturgo, ator e diretor, no entanto, muito pouco desenvolvido a partir de um olhar sobra à construção cenográfica. Neste estudo procuraremos construir as bases conceituais que nortearão o olhar lançado sobre a cenografia contemporânea e seus desdobramentos na produção realizada pela Cia. em análise. Além de avaliar quais ferramentas de análise são pertinentes para os novos processos da cena. É a partir desses estreitamentos conceituais que procuraremos percorrer uma trajetória sobre as marcas contemporâneas na cenografia e espacialidade cênica na Cia dos Atores.

Texto completo:

PDF