POESIA E PSICANÁLISE: UM POSSÍVEL DIÁLOGO ENTRE MANOEL DE BARROS, FREUD E LACAN

Tiago Antonio Sampaio

Resumo


O presente artigo buscou apresentar características da poesia de Manoel de Barros em um possível dialogo com a psicanálise de Freud e Lacan. Os desdobramentos para este enlace se deram através da perspectiva psicanalítica do texto freudiano de Escritores Criativos e Devaneios, e o conceito de objeto a de Lacan, ambos articulados a lançar um olhar sob a singularidade na poesia de Manoel de Barros, em poemas que retratam o sujeito em sua simplicidade, incompletude, e mais, propõe o homem como funcional mesmo no lugar de des-idealizado.

Palavras-chave: Poesia. Psicanálise. Manoel de Barros. Freud. Lacan. Objeto a.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Psicanálise & Barroco em Revista