SABERES TRADICIONAIS INDÍGENAS NOS SÉCULOS XVI E XVII

Ana Paula da Silva

Resumo


Os indígenas possuem sofisticados acervos de dados, elaborados segundo processos próprios de investigação, que resultam em obras conservadas na memória, enriquecidas constantemente e transmitidas no tempo através da oralidade. Percebe-se, entretanto um desencontro entre o chamado conhecimento científico ou ciência ocidental e esses paradigmas de saberes. O objetivo desse artigo é refletir sobre alguns conhecimentos e práticas tradicionais dos antigos Tupis da costa, registrados pelos cronistas André Thevet, Jean de Léry, Claude d’Abbeville e Yves d’Évreux, nos primeiros séculos de colonização.

 

Palavras-chave: Saberes Tradicionais, Antigos Tupi da costa, Oralidade.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2014 RAÍZES E RUMOS