UNIVERSIDADE E PRISÃO: A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NA CRIAÇÃO DE ESPAÇOS DE RESISTÊNCIA

Viviane De Souza Barbosa Maia, Lobelia da Silva Faceira

Resumo


A instituição prisão com a lógica positivista de domesticação do sujeito para o seu retorno à sociedade ocasiona o apagamento da identidade e esquecimento da memória construída sócio-historicamente por meio de distintos processos punitivos de massificação da rotina. Com interface nas Cartas do Cárcere, o artigo tem a proposta de analisar a possibilidade de transformação do cárcere em laboratório de idéias, reflexões e mudanças através da participação em um projeto de extensão que desenvolve um grupo socioeducativo na Penitenciaria Industrial Esmeraldino Bandeira, configurando-se como um espaço de luta e resistência no processo de construção da cidadania.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 RAÍZES E RUMOS