Suicídio, seus sentidos histórico-sociais e o sofrimento humano

Fábio Henrique Lopes, Fernanda Cristina Marquetti

Resumo


Este dossiê confirma que a proliferação de estudos, abordagens e tematizações sobre o suicídio é inegável, não só no Brasil. De várias áreas do saber, sobretudo das Ciências Humanas e Sociais, bem como das práticas e dos saberes Psi, surgem dizibilidades e visibilidades que historicizam, complexificam e ampliam as possibilidades analíticas, os sentidos, representações, imagens e referências atribuídas ao ato de se dar à morte e ao sujeito que o pratica

Texto completo:

PDF

Referências


FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. SP: Edições Loyola, 1996, 79 p.




DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2525-3050.2019.v4i7.5-7

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons