O espaço da música na Educação Infantil de Reggio Emilia

Luísa Andries

Resumo


Este artigo se insere na temática da presença da música na Educação Infantil. O objetivo principal foi o de investigar as práticas musicais nas creches e escolas para a infância na cidade de Reggio Emilia - Itália, buscando verificar sobre quais princípios se instituem. Os principais autores utilizados foram Ceppi, Zini, Edwards, Gandini e Forman, além de publicações das próprias creches e escolas para a infância. Foi realizado um levantamento bibliográfico acerca da citada abordagem, além de uma pesquisa de campo através de um grupo de estudos, realizado naquela cidade, que incluiu visitas às creches e escolas de Educação Infantil da região, além de debates com os profissionais que ali atuam. Ao final, se percebeu que não existe uma metodologia única de trabalho com a linguagem musical em Reggio Emilia, mas algumas tendências que seguem a filosofia geral da abordagem, como, por exemplo, a valorização da escuta da criança, da experimentação, da pesquisa e da formulação de hipóteses. Acima de tudo, foi possível perceber que os projetos desenvolvidos dentro da linguagem da música, assim como os projetos desenvolvidos nas outras linguagens, nascem do interesse das crianças. Ao final, pudemos estabelecer categorias do trabalho musical, de forma a organizar e sistematizar as práticas educacionais envolvendo a linguagem musical que lá ocorrem. São elas: a de contato formal com a música, a de exploração e experimentação sonora, a relativa à temática da paisagem sonora, a de composição, a de criação de instrumentos musicais e a de representação gráfica de sons.

Texto completo:

PDF