A experiência em pesquisa no mestrado em educação musical: um estudo com egressos de programas de pós-graduação em música do Brasil

Rosalía Trejo León

Resumo


Esse texto apresenta os primeiros resultados de uma tese doutoral em andamento, a qual visa a analisar os processos de aprendizagem relacionados com a prática de pesquisar dos alunos egressos de pós-graduação stricto sensu na área de educação musical de universidades brasileiras. O apoio teórico discorre sobre os temas da prática e da aprendizagem de fazer pesquisa na pós-graduação, contando com os estudos de Severino (2002), Freitas (2002) e Zilberman (2002). Para pensar a importância da formação de pesquisadores em educação musical, visito os textos de Frega (1998), Souza (2003) e Souza et al. (2005). A abordagem metodológica utilizada nesse estudo é qualitativa, sendo um estudo de caso com um grupo de pós-graduados egressos nos anos de 2011 a 2013, e refletida a partir de enfoques sociológicos da educação musical. Até o momento, foram realizadas três entrevistas semiestruturadas. Os dados preliminares revelam o sentido que produzir uma pesquisa assume para esses egressos, como eles compartilham as experiências vivenciadas durante o mestrado e qual o impacto que essas experiências exercem na sua formação como pesquisadores e como educadores musicais.

Texto completo:

PDF