Rádio Farroupilha de Porto Alegre: um breve histórico e algumas contribuições de sua programação para a cena musical entre os anos 1940 e 1960

Kênia Simone Werner

Resumo


Este artigo trata da trajetória da Rádio Farroupilha, emissora fundada em 1935 em Porto Alegre, pelo então interventor do Estado do Rio Grande do Sul, Flores da Cunha, e posteriormente pertencente ao Grupo de Assis Chateaubriand. Com altas possibilidades técnicas para a época e concepções comerciais, a Rádio conquistou uma das maiores audiências do Estado mantendo uma variada programação. Com uma orquestra e outros vários conjuntos musicais, a Rádio Farroupilha mantinha cinco maestros e trouxe à Porto Alegre um grande número de artistas nacionais, como Carmem Miranda e Mário Reis. Depois de exposta uma breve história da emissora, são analisados dois de seus programas. Um chamado Teatro Lírico Farroupilha (1948) que transmitia árias de óperas cantada por amadores porto alegrenses, oportunizando aos ouvintes um repertório lírico facilmente acessível. O outro, chamado Clube do Guri (1950 a 1966), um programa de auditório que lançou cantores de renome nacional, como a cantora gaúcha Elis Regina e contribuiu para que milhares de crianças tivessem oportunidade de apresentarem-se em palcos gaúchos.

Texto completo:

PDF