O contrabaixo orquestral de Villa Lobos

Alexandre Rosa

Resumo


O presente trabalho trata de uma discussão sobre idiomatismo na escrita para contrabaixo nas obras orquestrais, Uirapuru, Bachianas Brasileiras 9 e Choros 10 de Heitor Villa-Lobos. O objetivo principal é destacar os elementos idiomáticos do contrabaixo explorados pelo compositor nestas obras e discuti-los para que sirvam como base para preparação de contrabaixistas em orquestras no Brasil. A metodologia adotada foi o estudo das obras e revisão bibliográfica. As etapas metodológicas incluíram uma breve contextualização da escrita orquestral para contrabaixo de Villa-Lobos, seguida do estudo e discussão de excertos das partes do contrabaixo com demonstração gráfica da execução das mesmas. A principal conclusão deste texto é que Villa-Lobos possui uma elaborada escrita idiomática para o contrabaixo tratando-o, em sua obra orquestral, com respeito a sua natureza grave, seu potencial lírico, sua função de apoio rítmico, além de propor novas sonoridades. Estes aspectos somados tornam relevante o estudo de suas obras orquestrais para o contrabaixista.

Texto completo:

PDF