Uma análise de Desirs d’Hiver de Nepomuceno utilizando uma teoria de parcimônia cromática com dissonâncias

Autores

  • Rodolfo Coelho de Souza Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

parcimônia cromática, análise neo-rimaniana, cromatismos com dissonâncias, canções de Nepomuceno

Resumo

Este artigo tem um duplo propósito: o primeiro é propor um modelo teórico de análise que considere a parcimônia cromática entre acordes levando em conta consonâncias e dissonâncias. Esse modelo observa as operações concretas que um compositor realiza ao compor no estilo cromático, reconhece suas possibilidades combinatórias e propõe uma taxonomia para seu reconhecimento na análise; o segundo propósito é aplicar esse modelo na análise da canção Desirs d’Hiver (1894) de Nepomuceno, sobre texto de Maeterlinck, que emprega intensivamente dissonâncias, parcimônia cromática de diversos tipos e modulações para centros tonais distantes, um problema que é abordado pela teoria neo-Riemanniana. A principal conclusão da análise é que Nepomuceno combina eficientemente a lógica convergente da funcionalidade harmônica tonal e os processos divergentes da parcimônia cromática. Esses processos são usados para organizar a forma da peça e representar musicalmente as sugestões expressivas do poema. Palavras-chave: Parcimônia cromática; análise neo-Riemanniana; cromatismo com dissonâncias; canções de Nepomuceno

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CALLENDER, Clifton, QUINN, Ian e TYMOCZKO, Dmitri. (2008). “Generalized Voice- Leading Spaces”. Science No.320, p. 346-48.

COELHO DE SOUZA, Rodolfo. (2010) Nepomuceno e a gênese da canção de câmara brasileira (1a parte). Música em perspectiva, v. 3. n. 1, p. 33-53.

COHN, Richard. (2012). Audacious Euphony: Chromaticism and the Triad’s Second Nature. Oxford: Oxford University Press.

DOUTHETT, Jack e STEINBACH, Peter. (1998). “Parsimonius graphs: a study in parsimony, contextual transformations, and modes of limited transposition”. Journal of Music Theory, Vol. 42, No.2, p. 241-263.

FORTE, Allen. (1973). The Structure of Atonal Music. New Haven: Yale University Press. HARRISON, Daniel. (2010). Harmonic Function in Chromatic Music. Chicago:

University of Chicago Press.

KOPP, David. (2009) Chromatic Transformations in Nineteenth-Century Music.

Cambridge: Cambridge University Press.

KOPP, David. (2011). Chromaticism and the Question of Tonality. In: The Oxford

Handbook of Neo-Riemannian Music Theories. Edited by Edward Gollin and

Alexander Rehding. Oxford: Oxford University Press.

LEWIN, David. (2010). Generalized Musical Intervals and Transformations. Oxford:

Oxford University Press.

NEPOMUCENO, Alberto. (2004). Canções para voz e piano. (Ed. Dante Pignatari).

São Paulo: EDUSP.

RAMEAU, Jean-Philippe. (1722). Traité de l ́harmonie réduite à ses principes naturels.

Paris: Jean Baptiste Ballard.

STRAUS, Joseph N. (2016). Introduction to Post-Tonal Theory (4th ed.). New York: W.

W. Norton.

Downloads

Publicado

2021-01-23

Como Citar

Souza, R. C. de. (2021). Uma análise de Desirs d’Hiver de Nepomuceno utilizando uma teoria de parcimônia cromática com dissonâncias. DEBATES - Cadernos Do Programa De Pós-Graduação Em Música, (24). Recuperado de http://seer.unirio.br/revistadebates/article/view/10758