O “NACIONAL – POPULAR” COMO PARADIGMA CULTURAL E O PROCESSO HISTÓRICO DE SELEÇÃO CURRICULAR NO ENSINO SUPERIOR EM MÚSICA NO RIO DE JANEIRO: CONTRASTES E INDAGAÇÕES

Autores

  • Marcello Teixeira UNIRIO

Palavras-chave:

música popular – modernismo – ensino superior.

Resumo

Neste trabalho procuramos correlacionar conceitos e práticas argumentativas recorrentes no Movimento Modernista brasileiro, principalmente de Mário de Andrade – um de seus principais articuladores no campo da Música – com aspectos sociais e musicais inerentes aos processos de seleção curricular das instituições de ensino superior da área no Rio de Janeiro. A relevância das práticas e saberes próprios às linguagens da música popular criada e desenvolvida neste Estado desde o início do século XX é contemplada e discutida, ainda que sob pontos de vista e circunstâncias espaço-temporais distintas, tanto nos discursos de Mário de Andrade quanto na bibliografia que estuda o mencionado universo de saberes. Propomos discutir a premência em incluir-se o mencionado universo de práticas e saberes naqueles currículos de graduação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcello Teixeira, UNIRIO

Música e Educação, com interesse em seleção currícular, música popular no currículo do ensino superior em Música e Percussão.

Downloads

Publicado

2009-01-14

Como Citar

Teixeira, M. (2009). O “NACIONAL – POPULAR” COMO PARADIGMA CULTURAL E O PROCESSO HISTÓRICO DE SELEÇÃO CURRICULAR NO ENSINO SUPERIOR EM MÚSICA NO RIO DE JANEIRO: CONTRASTES E INDAGAÇÕES. Cadernos Do Colóquio, 9(1). Recuperado de http://seer.unirio.br/coloquio/article/view/227

Edição

Seção

Música e educação