The consensual universe of family caregivers and their standing in the care services: a social representation study / O universo consensual do cuidador-familiar e sua ancoragem dentro do cuidado: um estudo de representações sociais

Silvio Éder Dias da Silva, Joel Lobato Da costa, Jeferson Santos Araújo, Adriana Alaíde Alves Moura, Natacha Mariana Farias da Cunha, Arielle Lima dos Santos

Resumo


A figura da morte é caracterizada como um estágio final fisiológico, ou seja, um processo tecnicamente ordenado e natural da natureza, dessa uma forma geral, é a única certeza que possuímos na vida, o estudo possui como objetivo de analisar as representações de familiares de pacientes em cuidados paliativos. O artigo trata-se de uma pesquisa abordagem qualitativa de cunho descritivo, a qual visou conhecer as representações de familiares de pacientes em cuidados paliativos, aonde essa pesquisa baseou-se na Teoria das Representações Sociais criada por Serge Moscovici. A morte pode ser vista como um mistério incompreensível, como um absurdo inaceitável ou pode ser tratada como um tabu ou uma representação social de um universo próprio e pessoal. Aprofundando o resultado, registramos que apesar deste paciente não possuir, mas possibilidade de cura mediante as terapêuticas convencionais, ele necessita de cuidados especiais ou cuidados paliativos.

Palavras-chave


Enfermagem. Oncologia. Psicologia Social

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2018.v10i4.1057-1062 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge