Epidemiological aspects of accidents by poisony animals in Northeast Brazil / Aspectos epidemiológicos dos acidentes por animais peçonhentos no nordeste brasileiro

Main Article Content

William Caracas Moreira
http://orcid.org/0000-0003-2138-3445
Maria Rosani Rodrigues
https://orcid.org/0000-0003-1011-5672
Inara Viviane de Oliveira Sena
https://orcid.org/0000-0001-7759-5848
Myllena Maria Tomaz Caracas
https://orcid.org/0000-0002-0997-3904
Cristiano Walter Moraes Rola Júnior
https://orcid.org/0000-0003-3490-2507
Isabelle Cerqueira Sousa
https://orcid.org/0000-0002-5131-3395

Resumo

Objetivo: analisar os aspectos epidemiológicos dos acidentes por animais peçonhentos no Nordeste do Brasil. Método: estudo descritivo, retrospectivo, construído a partir de dados secundários disponíveis no portal do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil referente aos casos de acidentes com animais peçonhentos no período de 2015 a 2019. Resultados: percebeu-se que entre 2015 e 2019 houve um crescimento percentual médio de 74,25% nos casos, sendo registrado cerca de 4 mil acidentes com animais peçonhentos por mês. Quanto aos aspectos sociodemográficos, predominou o sexo feminino (51,35%), pardos (62,51%), com faixa etária de 20-59 anos (57,5%). Além disso, nos aspectos clínicos dos acidentes, nota-se a maior ocorrência de acidentes com escorpiões (72,70%). Conclusão: vê-se a importância em analisar aspectos epidemiológicos a fim de subsidiar ações de promoção, proteção e gestão em saúde.




 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Moreira WC, Rodrigues MR, de Oliveira Sena IV, Tomaz Caracas MM, Moraes Rola Júnior CW, Cerqueira Sousa I. Epidemiological aspects of accidents by poisony animals in Northeast Brazil / Aspectos epidemiológicos dos acidentes por animais peçonhentos no nordeste brasileiro. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 15º de julho de 2022 [citado 4º de outubro de 2022];14:e-11099. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/11099
Seção
Research
Biografia do Autor

William Caracas Moreira, UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Enfermeiro pela Universidade Federal do Piauí - UFPI; Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem - PPGENF da Universidade Federal da Paraíba - UFPB; Integrante do Grupo de Pesquisa em Saúde Coletiva - GPesC, na linha de saúde da criança e do adolescente (credenciado ao CNPq); Diretor de pesquisa da Liga Acadêmica de Enfermagem Clínico-Cirúrgica - LAECC.

Maria Rosani Rodrigues, UNICHRISTUS

Enfermeira, Pós-graduanda em Urgência e emergência pela UNICHRISTUS, Fortaleza-Ceará-Brasil.

Inara Viviane de Oliveira Sena, Universidade Federal do Piauí

Enfermeira, Doutoranda em enfermagem pela Universidade Federal do Piauí, Teresina-Piauí-Brasil.

Myllena Maria Tomaz Caracas, Universidade de Fortaleza (UNIFOR)

Enfermeira, Especialista em Saúde Pública pelo Instituto COTEMAR, Fortaleza-Ceará-Brasil. 

Cristiano Walter Moraes Rola Júnior , UNICHRISTUS

Médico, Mestre em Farmacologia Clínica pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza-Ceará-Brasil. 

Isabelle Cerqueira Sousa, UNICHRISTUS

Terapeuta Ocupacional, Doutoranda em Saúde coletiva pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR), Fortaleza-Ceará-Brasil. 

Plum Analytics

Referências

Silva JH, Giansante S, Silva RCR, Silva GB, Silva LB, Pinheiro LCB. Perfil epidemiológico dos acidentes com animais peçonhentos em Tangará da Serra – MT, Brasil (2007-2016). J. Health NPEPS. [Internet]. 2017 [acesso em 04 de janeiro 2020]; 2(1). Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/jhnpeps/article/view/1797.

Ada FB, Sunday KI, Ugbong EA. Animal venoms. GSC Biological and Pharmaceutical Sciences. [Internet]. 2021 [cited 2021 jan 04]; 14(1). Available from: https://doi.org/10.30574/gscbps.2021.14.1.0371.

Silva AM, Bernarde OS, Abreu LC. Acidentes com animais peçonhentos no Brasil por sexo e idade. Journal of Human Growth and Development. [Internet]. 2015 [acesso em 04 de janeiro 2020]; 25(1). Disponível em: https://doi.org/10.7322/jhgd.96768.

WHO - World Health Organization. List of neglected tropical diseases. 2014. [cited 2020 nov 12]. Available from: http://www.who.int/neglected_diseases/diseases/en/.

Ladeira CGP, Machado C. Epidemiologia dos acidentes com animais peçonhentos na região de Ponte Nova, Minas Gerais, Brasil. J. Health NPEPS. [Internet]. 2017 [acesso em 20 de maio 2021]; 2(1). Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/jhnpeps/article/viewFile/1785/1654.

Saboia CO, Bernarde PS. Acidentes ofídicos no município de Tarauacá, Acre, Oeste da Amazônia brasileira. J. Hum. Growth Dev. (Impr.). [Internet]. 2019 [acesso em 20 de maio 2021]; 29(1). Disponível em: http://dx.doi.org/10.7322/jhgd.157760.

Rouquayrol, MZ; SILVA, MGCR. epidemiologia & saúde. In: Rouquayrol: epidemiologia & saúde. Medsi Editora Médica e Científica Ltda, p. 719, 2018.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [homepage na internet]. Informações do Nordeste Brasileiro [acesso em 20 mai 2021]. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/nordestina/panorama.

Ferreira LC, Rocha YCS. Incidência de acidentes por escorpiões em Januária, Minas Gerais, Brasil. J. Health NPEPS. [Internet]. 2019 [acesso em 20 de maio 2021]; 4(1). Disponível em: http://dx.doi.org/10.30681/252610103351.

Lima CA, Leal ALR, Mangueira SAL, Costa SM, Santos DF. Vigilância em saúde: acidentes e óbitos provocados por animais peçonhentos na região Sudeste – Brasil, 2005-2015. Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online). [Internet]. 2020 [acesso em 20 de maio 2021]; 12. Disponível em: http://ciberindex.com/index.php/ps/article/view/P020028.

Carmo EA, Nery AA, Jesus CS, Casotti CA. Internações hospitalares por causas externas envolvendo contato com animais em um hospital geral do interior da Bahia, 2009-2011. Epidemiol. Serv. Saúde (Online). [Internet]. 2016 [acesso em 20 de maio 2021]; 25(1). Disponível em: http://dx.doi.org/10.5123/s1679-49742016000100011.

Vieira GPS, Machado C. Acidentes por animais peçonhentos na região serrana, Rio de Janeiro, Brasil. J. Health NPEPS. [Internet]. 2018 [acesso em 20 de maio 2021]; 3(1). Disponpivel em: http://dx.doi.org/10.30681/252610102776.

Cozzer GD, Morscbacher J, Bortolanza MA, Ramirez JNV, Lutinski JA. Arthropods of medical importance and profile of associated accidents for the municipality of São Miguel do Oeste, Santa Catarina state. Rev. epidemiol. controle infecç. 2019 [cited 2021 may 20]; 9(1). Available from: http://dx.doi.org/10.17058/reci.v9i1.12457.

Santana CR, Oliveira MG. Avaliação do uso de soros antivenenos na emergência de um hospital público regional de Vitória da Conquista (BA), Brasil. Ciênc. Saúde Colet. [Internet]. 2020 [acesso em 20 de maio 2021]; 25(3). Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232020253.16362018.

Tavares AV, Araújo KAM, Marques MRV, Leite R. Epidemiology of the injury with venomous animals in the state of Rio Grande do Norte, Northeast of Brazil. Ciênc. Saúde Colet. [Internet]. 2020 [cited 2021 may 20]; 25(5). Available from: https://doi.org/10.1590/1413-81232020255.16572018.

Barbosa IR., Nunes ADS, Amador AE. Araneísmo no município de Natal, Rio Grande do Norte no período de 2007 a 2014. Rev. Ciênc. Plur. [Internet]. 2017 [acesso em 20 de maio 2021]; 3(1). Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/rcp/article/view/11686.

Pimenta LOS, Silva Júnior WR, Lages EIC, Rodrigues JVC, Anjos EB. Acidentes com serpentes em Montes Claros, MG, entre 2008 e 2017. São Paulo: Rev Remecs. [Internet]. 2020 [acesso em 20 de maio 2021]; 5(9). Disponível em: https://www.revistaremecs.recien.com.br/index.php/remecs/article/view/669.

Marks CJ, Muller GJ, Sachno D, Reutera H, Wium CA, Plessis CAE, et al. The epidemiology and severity of scorpion envenoming in South Africa as managed by the Tygerberg Poisons Information Centre over a 10 year period. African Journal of Emergency Medicine. [Internet]. 2019 [cited 2021 may 20]; 9. Available from: https://doi.org/10.1016/j.afjem.2018.12.003.

Salomão MG, Luna KPO, Machado C. Epidemiologia dos acidentes por animais peçonhentos e a distribuição de soros: estado de arte e a situação mundial. Rev. salud pública. [Internet]. 2018 [acesso em 20 de maio 2021]; 20(4). Disponível em: https://doi.org/10.15446/rsap.V20n4.70432.

Silva EP, Monteiro WM, Bernarde PS. Acidentes com aranhas e escorpiões no Alto Juruá, Acre – Brasil. J. Hum. Growth Dev. (Impr.). [Internet]. 2018 [acesso em 20 de maio 2021]; 28(3). Disponível em: https://doi.org/10.7322/jhgd.152178.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)