THE IMPORTANCE OF NURSING LEADERSHIP IN MANAGING INTERPERSONAL RELATIONSHIPS AMONG HEALTH TEAM

Main Article Content

Geilsa Soraia Cavalcanti Valente
Bruna Machado Blanco
Cristina Alves de Lima
Ana Carolina Lobo Oliveira
Marcela Bastos Correa

Resumo

Objetivos: Destacar o tipo de liderança que favoreça o bom relacionamento na equipe e identificar a comunicação ideal para um relacionamento interpessoal sadio entre membros da equipe de enfermagem. Método: Este estudo trata-se de uma revisão bibliográfica de abordagem qualitativa, onde se utilizou como fonte a Biblioteca Virtual de Saúde (BVS). A coleta de dados foi realizada no período janeiro a março de 2011, sendo selecionados 6 artigos para análise, os quais foram extraídos nas bases de dados da BDENF, LILACS e SciELO. Após análise das produções, emergiram duas categorias: 1). Liderança: fator fundamental para um bom gerenciamento; 2). Relacionamento interpessoal: medidas para um ambiente sadio. Resultados: Evidenciou-se a necessidade de o enfermeiro não atuar somente nas atividades burocráticas da instituição, mas principalmente participar do trabalho da sua equipe, dando maior atenção no que se refere a comunicação e ao relacionamento dos componentes da mesma. Conclusão: Concluiu-se que o comportamento dos líderes, afeta de forma direta a atitude dos seus liderados, portanto, as estratégias de gerenciamento são fundamentais para o bom desenvolvimento da equipe, e um relacionamento que tem como princípio a boa comunicação, possibilita melhores condições no ambiente de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Valente GSC, Blanco BM, de Lima CA, Oliveira ACL, Correa MB. THE IMPORTANCE OF NURSING LEADERSHIP IN MANAGING INTERPERSONAL RELATIONSHIPS AMONG HEALTH TEAM. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 10º de maio de 2013 [citado 20º de agosto de 2022];5(3):211-7. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/1496
Seção
Review
Biografia do Autor

Geilsa Soraia Cavalcanti Valente, Universidade Federal Fluminense

Bruna Machado Blanco, EEAAC/UFF

Enfermeira (UNESA); Especialista em Enfermagem do Trabalho (São Camilo); Mestranda em Enfermagem Assistencial pela EEAAC/UFF;

Cristina Alves de Lima, UNESA

Doutoranda em Enfermagem (EEAN/UFRJ); Professora Assistente da Universidade Estácio de Sá – UNESA.

Ana Carolina Lobo Oliveira, UNESA

Graduada em Enfermagem (UNESA);

Marcela Bastos Correa, UNESA

Graduada em Enfermagem (UNESA

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>