THE SUBJECTIVITY IN THE WORK WORLD UNDER THE PERSPECTIVE OF THE NURSING WORKER WITH POSSIBILITY OF RETIREMENT

Main Article Content

Ariane da Silva Pires
Liana Viana Ribeiro
Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza
Francisco Gleidson de Azevedo Gonçalves
Carolina Cabral Pereira da Costa

Resumo

Objetivos: I) descrever as facilidades e as dificuldades percebidas pelos profissionais de enfermagem ao se manterem no mundo do trabalho; e II) discutir as repercussões psicossociais para esses profissionais decorrente da opção de permanecerem no mundo laboral. Método: Pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória. O cenário foi uma universidade no município do Rio de Janeiro, sendo os campos de coleta de dados: um hospital escola e uma faculdade de enfermagem, vinculados a tal universidade. Os sujeitos foram 17 trabalhadores de enfermagem. Resultados: Os fatores facilitadores foram as relações interpessoais favoráveis e a atualização profissional. Em contrapartida, as dificuldades foram relacionadas ao desgaste físico e ao cansaço, bem como aos problemas relativos à organização do trabalho. Conclusão: Recomenda-se que outras pesquisas sejam desenvolvidas, abordando-se propostas de melhorias na organização do trabalho, para que o ambiente laboral esteja adaptado a este novo contingente de trabalhadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Pires A da S, Ribeiro LV, Souza NVD de O, Gonçalves FG de A, Costa CCP da. THE SUBJECTIVITY IN THE WORK WORLD UNDER THE PERSPECTIVE OF THE NURSING WORKER WITH POSSIBILITY OF RETIREMENT. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 26º de março de 2013 [citado 2º de julho de 2022];5(2):3767-79. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/2157
Seção
Research
Biografia do Autor

Ariane da Silva Pires, Faculdade de Enfermagem - UERJ

Graduada em Enfermagem pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ENF/UERJ). Aluna Especial do Mestrado em Enfermagem – Disciplina: Trabalho e Subjetividade pela (ENF/UERJ). Bolsista de Iniciação Científica PIBIC/CNPq da ENF/UERJ de 2010 a 2011. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Liana Viana Ribeiro, Faculdade de Enfermagem - UERJ

Graduada em Enfermagem pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ENF/UERJ). Aluna Especial do Mestrado em Enfermagem pela (ENF/UERJ). Voluntária de Iniciação Científica PIBIC da ENF/UERJ de 2009 a 2010. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza, Faculdade de Enfermagem - UERJ

Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza. Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da ENF/UERJ. Procientista da UERJ. Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da ENF/UERJ. Rua: Alexandre do Nascimento, nº 45 ap. 201 Jardim Guanabara, Ilha do Governador, Rio de Janeiro – RJ/Brasil. 

Francisco Gleidson de Azevedo Gonçalves, Faculdade de Enfermagem - UERJ

Francisco Gleidson de Azevedo Gonçalves. Mestrando em Enfermagem pela Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ENF/UERJ). Pós-Graduando em Enfermagem do Trabalho pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professor Substituto do Departamento de Fundamentos de Enfermagem da ENF/UERJ. Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, (CAPES), RJ, Brasil.

Carolina Cabral Pereira da Costa, Faculdade de Enfermagem - UERJ

Carolina Cabral Pereira da Costa. Mestranda em Enfermagem pela Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ENF/UERJ). Pós-Graduada em Enfermagem do Trabalho e Estomaterapia. Professora Substituta da ENF/UERJ. RJ, Brasil.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>