Access and communication of deaf adults: a voice silenced in health services

Main Article Content

Jamilly da Silva Aragão
Isabella Medeiros de Oliveira Magalhães
Alexsandro Silva Coura
Arthur Felipe Rodrigues Silva
Giovanna Karinny Pereira Cruz
Inacia Sátiro Xavier de França

Resumo

Objetivo: Investigar o acesso e a comunicação de adultos surdos nos serviços de saúde. Método: Estudo descritivo, realizado de março/2011 a julho/2012 em uma escola de audiocomunicação, localizada em Campina Grande/PB, Brasil. Participaram 36 sujeitos que responderam um questionário sobre acesso e comunicação nos serviços de saúde, sendo os dados analisados no SPSS. Resultados: Verificou-se que 75% dos surdos acessam o serviço médico e, 88,9%, o odontológico, sendo as instituições públicas as mais acessadas (53,1%). Os principais fatores que motivaram 25% não buscarem serviços de saúde foram: não precisar (88,8%) e não ter ninguém para acompanhar (44,4%). Todos referiram dificuldade de comunicação com os profissionais de saúde, sendo o auxilio de um familiar (86,1%) a alternativa mais utilizada. Conclusão: O acesso dos surdos nos serviços de saúde é permeado por dificuldades, sendo a dificuldade da comunicação não verbal um dos principais fatores que fragiliza a inclusão desses sujeitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Aragão J da S, Magalhães IM de O, Coura AS, Silva AFR, Cruz GKP, França ISX de. Access and communication of deaf adults: a voice silenced in health services. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 29º de janeiro de 2014 [citado 17º de janeiro de 2022];6(1):1-7. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/2989
Seção
Research
Biografia do Autor

Jamilly da Silva Aragão, Universidade Estadual da Paraíba

Graduanda (Bacharelado e Licenciatura Plena) em Enfermagem pela Universidade Estadual da Paraíba UEPB. É membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Atenção em Saúde Coletiva - GEPASC/UEPB. Membro do Centro Acadêmico de Enfermagem. Acadêmica bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC). Até Agosto de 2012 publicou 14 trabalhos em anais de eventos. Possui experiência na área de enfermagem.

Isabella Medeiros de Oliveira Magalhães, Universidade Estadual da Paraíba

Graduanda (Bacharelado e Licenciatura Plena) em Enfermagem pela Universidade Estadual da Paraíba UEPB. É membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Atenção em Saúde Coletiva - GEPASC. Membro do Centro Acadêmico de Enfermagem (CAEnf). Acadêmica bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC).

Alexsandro Silva Coura, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Alexsandro Silva Coura possui graduação (Bacharelado e Licenciatura Plena) em Enfermagem pela Universidade Estadual da Paraíba - UEPB (2009); Especialização em Saúde da Família pelas Faculdades Integradas de Patos - FIP (2009); Mestrado em Saúde Pública pela UEPB (2010); Doutorado em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2013). É membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Atenção em Saúde Coletiva - GEPASC/UEPB e do Grupo Práticas Assistenciais e Epidemiológicas em Saúde e Enfermagem - PAESE/UFRN; É membro do corpo editorial de uma revista e revisor de cinco periódicos. Até março de 2013, publicou 25 artigos em revistas especializadas, 1 capítulo de livro e 58 trabalhos em anais de eventos. Participou de 29 eventos no Brasil. Recebeu 6 prêmios e/ou homenagens. Em suas atividades profissionais interagiu com 98 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. Possui experiência na área de Enfermagem e Saúde Coletiva, com ênfase em Assistência de Enfermagem às Pessoas com Deficiência, atuando principalmente nos seguintes temas: Traumatismos da Medula Espinhal, Surdez, Cegueira, Fatores Socioeconômicos, Atividades Cotidianas, Promoção da Saúde, Bioética, Qualidade de Vida e Desenvolvimento Tecnológico.

Arthur Felipe Rodrigues Silva, Universidade Estadual da Paraíba

Graduando (Bacharelado e Licenciatura Plena) em Enfermagem pela Universidade Estadual da Paraíba UEPB. É membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Atenção em Saúde Coletiva - GEPASC. Membro do Centro Acadêmico de Enfermagem (Coordenador). Acadêmico bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC). Até janeiro de 2013 publicou 2 Artigos completos publicados em periódicos e 10 trabalhos em anais de evento.

Giovanna Karinny Pereira Cruz, Universidade Estadual da Paraíba

Graduanda do curso de Licenciatura e Bacharelado em Enfermagem da Universidade Estadual da Paraíba(UEPB). Membro do Grupo de Pesquisa Gepasc (Grupo de Estudos e Pesquisas em Atenção em Saúde Coletiva). Atualmente é acadêmica bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa de Incentivo à Pós-Graduação e Pesquisa (PROPESQ). Experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Assistência de Enfermagem Às Pessoas Com Necessidades Especiais, atuando principalmente nos seguintes temas: enfermagem, educação em saúde, saúde da mulher, pessoas com necessidades especiais, promoção de saúde e saúde coletiva.

Inacia Sátiro Xavier de França, Universidade Estadual da Paraíba

Inacia Sátiro Xavier de França, Enfermeira (Universidade Federal da Paraíba-UFPB, 1975) Mestre em Enfermagem (UFPB, 1998), Doutora em Enfermagem (Universidade Federal do Ceará/UFC, 2004). Professor Doutor nível C Universidade Estadual da Paraíba/UEPB (2002-atual). Chefe do Departamento de Enfermagem/UEPB (2005 - 2008), Docente do Mestrado em Saúde Pública (2006 - atual), Vice-Coordenadora do Mestrado m Enfermagem, uma associação Universidade de Pernambuco/UPE e UEPB. Coordenadora da Especialização em Saúde Coletiva/UEPB (2002 e 2003). Professora visitante da Universidade Estadual da Paraíba/UEPB (1999 a 2002). Professora da UFPB (1986 a 1998) Sub-Coordenadora da Área Enfermagem Fundamental I do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica e Administração-DEMCA/UFPB (1992 a 1994). Membro do Núcleo de Orientação ao Estudante-NOE da UFPB (1988 a 1989; 990). Vice-Coordenadora da Área Enfermagem Fundamental I do DEMCA (1990 a 1991). Sub-Coordenadora da Área Enfermagem Fundamental I do DEMCA (1992 a 1993). Coordenadora da Área Enfermagem Fundamental I do DEMCA (1987 a 1988).Professora da Universidade Regional do Nordeste/URNE (1975 a 1986). Sub-Coordenadora do Curso de Enfermagem e Obstetrícia da URNE (1982 a 1984); Membro do Colegiado do Curso de Farmácia e Biologia da URNE (1982 a 1986). Coordenadora do Curso de Enfermagem e Obstetrícia da URNE (1976 a 1978).Atua na área de Enfermagem, com ênfase em Enfermagem médico-Cirúrgica. Linha temática de pesquisa: Assistência de Enfermagem ás Pessoas com Deficiência, atuando principalmente nos seguintes temas: reabilitação, educação em saúde, bioética, avaliação de programas.Em seu currículo lattes, os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, tecnológica são: enfermagem, pessoas com deficiência, Deficiência auditiva, deficiência física, deficiência visual, educação em saúde.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)