The quality of an integrated network: accessibility and coverage in prenatal care

Main Article Content

Luana Asturiano da Silva
Valdecyr Herdy Alves
Diego Pereira Rodrigues
Stela Maris de Mello Padoin
Maria Bertilla Lutterbach Riker Branco
Rosangela de Mattos Pereira de Souza

Resumo

Objetivo: analisar os valores expressos no discurso das mulheres/gestantes sob a acessibilidade dos exames no acompanhamento pré-natal. Métodos: estudo fenomenológico, descritivo, exploratório com abordagem qualitativa. Foram entrevistadas cinquenta mulheres/gestantes do Programa de pré-natal do município de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. Os dados analisados permitiram formular categorias temáticas articuladas com a Teoria dos Valores. Resultados: os obstáculos vivenciados pelas mulheres na realização dos exames laboratoriais/imagens foram: demora nos resultados, desinformação e escassez de um serviço de qualidade, considerado um valor de utilidade vital para elas. Percebemos a necessidade de mudança no acompanhamento do pré-natal, considerando uma rede de saúde unificada e integrada com serviços de qualidade nos seus diversos níveis de atenção à saúde, promovendo o bem estar, o conforto e a segurança à mulher gestante como valor vital à saúde da mesma. Conclusão: a rede de saúde deve-se estar unificada para uma melhor qualidade aos serviços oferecidos à mulher. Descritores: Saúde da mulher, Valores sociais, Cuidado pré-natal, Acesso aos serviços de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Silva LA da, Alves VH, Rodrigues DP, Padoin SM de M, Branco MBLR, Souza R de MP de. The quality of an integrated network: accessibility and coverage in prenatal care. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de abril de 2015 [citado 17º de janeiro de 2022];7(2):2298-309. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/3744
Seção
Research
Biografia do Autor

Luana Asturiano da Silva, Universidade Federal Fluminense

Enfermeira, Mestrando em Enfermagem, Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa (EEAAC), Universidade Federal Fluminense (UFF);

Valdecyr Herdy Alves, Universidade Federal Fluminense

Enfermeiro, Doutor em Enfermagem. Professor Titular do Departamento Materno-Infantil e Psiquiatria da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa (EEAAC), Universidade Federal Fluminense (UFF). Rio de Janeiro, Brasil. 

Diego Pereira Rodrigues, Universidade Federal Fluminense

Enfermeiro, Mestrando em Enfermagem, Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa (EEAAC), Universidade Federal Fluminense (UFF); Vice-Presidente da Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras do Estado do Rio de Janeiro (ABENFO-RJ).

Stela Maris de Mello Padoin, UFSM

Enfermeira, Doutora em Enfermagem, Professora Adjunta da Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. 

Maria Bertilla Lutterbach Riker Branco, UFF/BLH

Enfermeira, Mestre em Enfermagem, do Banco de leite Humano, hospital Universitário Antonio Pedro, Universidade Federal Fluminense.

Rosangela de Mattos Pereira de Souza, UFF/BLH

Enfermeira, Mestre em Enfermagem, do Banco de leite Humano, hospital Universitário Antonio Pedro, Universidade Federal Fluminense.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>