Análise da prevalência de desbridamento cirúrgico de úlcera por pressão em um hospital municipal Analysis of the prevalence of surgical debridement of pressure ulcers in a municipal hospital

Main Article Content

Laelson Rochelle Milanês Sousa
Sandra Marina Gonçalves Bezerra
Rafael Fernandes de Mesquita
Maria Helena Barros Araújo Luz
Maria Eliete Batista Moura

Resumo

OBJETIVO: Avaliar a prevalência de desbridamentos cirúrgicos de Úlcera por Pressão (UPP), descrever o perfil sociodemográfico, clínico e localização anatômica das UPP. MÉTODO: Estudo retrospectivo, com análise quantitativa dos dados obtidos no período de agosto de 2011 a junho de 2013, realizado com 416 prontuários da clínica cirúrgica de um hospital geral, onde 47 pacientes foram submetidos a desbridamento cirúrgico. RESULTADOS: Encontrou-se prevalência de 11,29% de desbridamento cirúrgico relacionado a UPP, destes, 59,57% sexo masculino, comorbidades 38,02%, Hipertensão Arterial Sistêmica 26,76% Diabetes Mellitus. As localizações anatômicas das UPP foram 40,74%, sacrococcígea, 24,69% calcâneo e 19,75% trocanteres. CONCLUSÃO: A prevalência de desbridamento de UPP foi elevada em idosos, provenientes do domicílio, com comorbidades associadas, o que corroborou a necessidade de implementação de protocolos de prevenção de UPP, programa de cuidados continuados integrados para referência desses pacientes e fortalecimento da assistência domiciliar para redução desses agravos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Sousa LRM, Bezerra SMG, Mesquita RF de, Luz MHBA, Moura MEB. Análise da prevalência de desbridamento cirúrgico de úlcera por pressão em um hospital municipal Analysis of the prevalence of surgical debridement of pressure ulcers in a municipal hospital. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 4º de abril de 2016 [citado 26º de setembro de 2022];8(2):4186-9. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/3754
Seção
Research
Biografia do Autor

Laelson Rochelle Milanês Sousa, Universidade Federal do Piauí

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFPI, Especialista em Saúde da Família pelo Centro Universitário UNINOVAFAPI, Graduado em enfermagem - UESPI

Sandra Marina Gonçalves Bezerra, UESPI

Doutoranda e Mestre em Enfermagem (UFPI)

Rafael Fernandes de Mesquita, Unifor

Doutorando e Mestre em Administração de Empresas (Unifor). Professor do Instituto Federal do Piauí.

Maria Helena Barros Araújo Luz, UFPI

Mestre e Doutora em Enfermagem (UFRJ).

Maria Eliete Batista Moura, UFPI

Pós-Doutora pela Universidade Aberta de Lisboa-Portugal. Doutora em Enfermagem pela UERJ. Professora da Graduação e do programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFPI.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>