(Re)discussing the drug administration technique by the intramuscular route: a systematic review / (Re)discutindo a técnica de administração de medicamentos pela via intramuscular: revisão sistemática

Main Article Content

Barbara Ragasse Pereira Gomes
Graciele Oroski Paes
Fabíola Alves Traverso

Resumo

Objetivos:Identificar a produção do conhecimento da enfermagem atrelado a técnica de administração de medicamentos pela via intramuscular; descrever as divergências, congruências, e ocorrência de complicações acerca da técnica; e analisar as recomendações descritas na literatura com as melhores práticas e atualizações clínicas na enfermagem. Método: Revisão sistemática sem meta-análise.Realizada busca nas bases de dados LILACS, Pubmed, Medline, DEDALUS, Portal de Evidência em Saúde e Bibliotecas SciELO e Cochrane, no período de 1993 a 2012,totalizando 16 estudos.  Resultados:Os estudos evidenciaram divergências na variações de demarcação da região ventroglútea; realização de antissepsia; e aplicação de pressão antes da administração intramuscular.Consonâncias na aspiração do conteúdo da seringa após inserção da agulha na massa muscular, rodízio do local de aplicação durante sequências de injeções IM, dentre outros.Conclusão:A incorporação das melhores evidências permite a execução segura da técnica intramuscular, gerando conforto ao paciente e excelência na assistência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Gomes BRP, Paes GO, Traverso FA. (Re)discussing the drug administration technique by the intramuscular route: a systematic review / (Re)discutindo a técnica de administração de medicamentos pela via intramuscular: revisão sistemática. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de janeiro de 2019 [citado 29º de janeiro de 2023];11(1):228-36. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/3998
Seção
Systematic Review of Literature
Biografia do Autor

Barbara Ragasse Pereira Gomes, Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ

Enfermeira graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Residente em Enfermagem Pediátrica pelo Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente/ Fernandes Figueira/IFF/Fiocruz.

Graciele Oroski Paes, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em enfermagem. Professora Assistente do Departamento de Enfermagem Fundamental da Escola de Enfermagem Anna Nery/UFRJ.

Fabíola Alves Traverso, Universidade federal do Rio de Janeiro

Enfermeira graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Residente de enfernagem do Instituto Nacional de Cardiologia/INC.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)