Morbidade materna pela doença hipertensiva especifica da gestação: estudo descritivo com abordagem quantitativa Maternal morbidity by hypertensive disease specific of the pregnancy: a descriptive study of a quantitative approach

Main Article Content

Amanda Fernandes do Nascimento da Cruz
Bianca Dargam Gomes Vieira
Valdecyr Herdy Alves
Diego Pereira Rodrigues
Ana Beatriz Azevedo Queiroz
Keitt Martins Santos

Resumo

Objetivos: identificar o perfil das mulheres com Doença Hipertensiva Especifica da Gestação atendidas no Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP). Método: estudo descritivo e retrospectivo, com abordagem quantitativa. Realizado no HUAP. Resultados: no ano de 2011, 8% das internações na maternidade do HUAP foram decorrentes da DHEG. A idade média das pacientes foi de 29 anos. Referente à raça/cor houve predominância da cor parda, 57%. Quanto à paridade, 30% eram primigestas. Os diagnósticos médicos predominantes foram Hipertensão Arterial Não Classificada 30% e Pré-eclâmpsia, 28%. Considerações finais: a DHEG é uma das principais causas de mortalidade materna, e o conhecimento a respeito do perfil da população permite a enfermagem obstétrica possa exercer um papel fundamental no auxilio a redução da mortalidade materna.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Cruz AF do N da, Vieira BDG, Alves VH, Rodrigues DP, Queiroz ABA, Santos KM. Morbidade materna pela doença hipertensiva especifica da gestação: estudo descritivo com abordagem quantitativa Maternal morbidity by hypertensive disease specific of the pregnancy: a descriptive study of a quantitative approach. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 4º de abril de 2016 [citado 17º de janeiro de 2022];8(2):4290-9. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/4356
Seção
Research
Biografia do Autor

Amanda Fernandes do Nascimento da Cruz, UFF

Enfermeiro, Mestranda em Enfermagem, Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa (EEAAC), Universidade Federal Fluminense (UFF)

Bianca Dargam Gomes Vieira, UFF

Prof.ª Doutoranda da Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAAN) Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora Assistente 2 do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Psiquiátrica da EEAAC/UFF. Membro do Grupo de Pesquisa Maternidade: Saúde da Mulher e Saúde da Criança. Presidente da Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras/ Rio de Janeiro (ABENFO-RJ)

Valdecyr Herdy Alves, UFF

Prof. Dr. Titular do Departamento Materno-Infantil e Psiquiátrico da Escola de Enfermagem Aurora Afonso Costa (EEAAC) da Universidade Federal Fluminense (UFF). Líder do Grupo de Pesquisa Maternidade, Saúde da Mulher e da Criança Coordenador do Banco de Leite Humano - HUAP/UFF. Presidente da Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras/ Nacional (ABENFO). 

Diego Pereira Rodrigues, UFF

Mestre em Ciências do Cuidado em Saúde da EEAAC/UFF. Professor substituto do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Psiquiátrica da EEAAC/UFF. Membro do Grupo de Pesquisa Maternidade: saúde da mulher e saúde da criança. Vice-Presidente da Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras/ Rio de Janeiro (ABENFO-RJ)

 

Ana Beatriz Azevedo Queiroz, UFRJ

Profª Dr. da Escola de Enfermagem Ana Nery – EEAN, da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Esp. Em Saúde da Mulher. Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Enfermagem em Saúde da Mulher/ NUPESM. Líder do grupo de pesquisa de Saúde Sexual e Reprodutiva.

Keitt Martins Santos, HEMORIO

Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO. Residência em Enfermagem Oncológica no Instituto Nacional do Câncer - INCA - com ênfase em Enfermagem Oncológica Clínica

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>