Perfil socioepidemiológico e clínico de idosos afetados por hanseníase: contribuições para a enfermagem Social-epidemiologic and clinical profile of elderly people affected by leprosy: contributions to nursing

Main Article Content

Lucian da Silva Viana
Maria Isis Freire de Aguiar
Dorlene Maria Cardoso de Aquino

Resumo

Objetivo: Traçar o perfil socioepidemiológico e clínico de idosos afetados por hanseníase. Métodos: Estudo descritivo, de abordagem quantitativa, com uma amostra de 60 idosos afetados por hanseníase, em dois Centros de Reabilitação em São Luís - MA. Foi utilizado um questionário semiestruturado, contendo dados de identificação, aspectos socioepidemiológicos e clínicos, analisados pelo programa EpiInfo versão 7. Resultados: Dentre os idosos, a maioria tinha entre 60 a 69 anos (53,3%), sexo masculino (58,3%), cor parda (66,6%), casado (45%) e com até 6 (seis) contatos intradomiciliares (76,6%). Em relação à classificação operacional, 95% eram Multibacilares, com predominância para a forma Dimorfa (60%) e Wirchowiana (25,5%), a maioria em grau 1 de incapacidade (45%) e fazendo uso de Poliquimioterapia/Multibacilar/12 doses (93%). Conclusão: Essas informações podem contribuir para diferentes aspectos gerenciais e assistenciais, bem como possibilitam a prestação do cuidado integral, conforme preconiza os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde. Descritores: Idoso, Hanseníase, Perfil de saúde, Enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Viana L da S, Aguiar MIF de, Aquino DMC de. Perfil socioepidemiológico e clínico de idosos afetados por hanseníase: contribuições para a enfermagem Social-epidemiologic and clinical profile of elderly people affected by leprosy: contributions to nursing. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 4º de abril de 2016 [citado 19º de maio de 2022];8(2):4435-46. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/4593
Seção
Research
Biografia do Autor

Lucian da Silva Viana, Instituto do Câncer (INCA-RJ).

Enfermeiro, Bacharel com habilitação em Licenciatura Plena. Residente Multiprofissional do Instituto Nacional do Câncer (INCA-RJ), Rio de Janeiro (RJ), Brasil.

Maria Isis Freire de Aguiar, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Assistente da Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza (CE), Brasil. 

Dorlene Maria Cardoso de Aquino, Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Enfermeira. Especialista em Saúde Pública. Mestre em Saúde e Ambiente. Doutora em Patologia. Professora Adjunta da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís (MA), Brasil.

Plum Analytics