Family facing breast cancer diagnosis under the woman’s viewpoint / Família diante do diagnóstico de câncer de mama sob o olhar da mulher

Main Article Content

Marília Rosa de Oliveira
http://orcid.org/0000-0001-6820-2395
Silvia Regina Mattias
http://orcid.org/0000-0003-2749-3960
Izabel Dayana de Lemos Santos
http://orcid.org/0000-0003-3559-5350
Keli Regiane Tomeleri da Fonseca Pinto
http://orcid.org/0000-0003-1280-8421
Natália Carolina Rodrigues Colombo Gomes
http://orcid.org/0000-0003-3770-8558
Maria Elisa Wotzasek Cestari
http://orcid.org/0000-0001-9485-6878

Resumo

Objetivo: Compreender o papel e a percepção da família diante do diagnóstico de câncer de mama sob o olhar da mulher. Método: Estudo qualitativo, realizado no Ambulatório de Oncologia de um Hospital Universitário, do qual participaram 11 mulheres com câncer de mama, com idade entre 43 e 58 anos. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada, no período de maio a julho de 2015. Os dados foram analisados e interpretados conforme a análise de conteúdo. Resultados: Após a análise emergiram três categorias: O impacto do diagnóstico de câncer de mama, companhia no diagnóstico e a família como principal fonte de apoio. Conclusão: Para a mulher o aparecimento do câncer acarretou em sua família um grande impacto e despertou inúmeros sentimentos. Contudo o envolvimento familiar disponibilizado à ela desde o acompanhamento para receber o diagnóstico mostrou-se como fonte de apoio e conforto. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Oliveira MR de, Mattias SR, Santos ID de L, Pinto KRT da F, Gomes NCRC, Cestari MEW. Family facing breast cancer diagnosis under the woman’s viewpoint / Família diante do diagnóstico de câncer de mama sob o olhar da mulher. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 4º de outubro de 2018 [citado 17º de maio de 2022];10(4):932-5. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/6267
Seção
Research
Biografia do Autor

Marília Rosa de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira. Universidade Estadual de Londrina/UEL. Londrina, PR Brasil.

Silvia Regina Mattias, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira. Especialista em Saúde da Mulher, com ênfase em Obstetrícia pela Universidade Estadual de Londrina/UEL. Londrina, PR. Brasil

Izabel Dayana de Lemos Santos, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira. Mestranda em Enfermagem pela Universidade Estadual de Londrina/UEL. Londrina, PR. Brasil.

Keli Regiane Tomeleri da Fonseca Pinto, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira Obstetra. Doutoranda em Saúde Coletiva. Docente do Departamento de Enfermagem, Área Saúde da Mulher e Gênero, da Universidade Estadual de Londrina/UEL. Londrina, PR Brasil. 

Natália Carolina Rodrigues Colombo Gomes, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Docente do Departamento de Enfermagem, Área Saúde da Mulher e Gênero, da Universidade Estadual de Londrina/UEL. Londrina, PR Brasil.

Maria Elisa Wotzasek Cestari, Universidade Estadual de Londrina

Enfermeira. Doutora em Ciências. Docente do Departamento de Enfermagem, Área Saúde da Mulher e Gênero, da Universidade Estadual de Londrina/UEL. Londrina, PR Brasil

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)