Adherenceto treatment and life style of patients with hypertension / Adesão ao tratamento e hábitos de vida de hipertensos

Main Article Content

luana turra
http://orcid.org/0000-0002-0951-6711
Márcia Terezinha da Rocha Restelatto
http://orcid.org/0000-0002-8910-592X
Fabiana Meneghetti Dallacosta
http://orcid.org/0000-0003-3515-9225

Resumo

Objetivo: analisar a adesão ao tratamento anti-hipertensivo e hábitos de vida de hipertensos. Métodos: Estudo transversal, realizado com hipertensos da Estratégia Saúde da Família de Lacerdópolis, SC. Utilizou-se entrevista e o Brief Medication Questionnaire. Resultados: participaram 72 hipertensos, 68,1% mulheres, idade média 68,4 anos (±12,1). Quanto à adesão ao tratamento, 6,9% são aderentes, 19,4% tem provável adesão, 70,8% provável baixa adesão e 2,8% baixa adesão. Quem usa múltiplas doses é menos aderente (p=0,00), falharam mais em listar o que usam (p=0,03) e omitiram mais (p=0,02). Houve dificuldades para ler o rótulo, abrir a medicação e lembrar de tomar todos os dias, e 19,4% relataram falha de dias ou doses. Conclusão: houve dificuldade em listar a medicação em uso, ler, abrir e lembrar-se de tomar a medicação, especialmente naqueles acima de 60 anos. A prescrição de múltiplas doses interfere significativamente na adesão ao tratamento e no correto uso da medicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
turra luana, Restelatto MT da R, Dallacosta FM. Adherenceto treatment and life style of patients with hypertension / Adesão ao tratamento e hábitos de vida de hipertensos. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de janeiro de 2019 [citado 4º de fevereiro de 2023];11(1):113-7. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/6490
Seção
Research

Plum Analytics