Caring for oneself: social representations of stroke patients’ family caregivers / Cuidado de si: representações sociais de cuidadores familiares de pacientes com AVC

Main Article Content

Poliana dos Santos Alves
Silvio Éder Dias da Silva
http://orcid.org/0000-0003-3848-0348
Jeferson Santos Araújo
https://orcid.org/0000-0003-3311-8446
Natacha Mariana Farias da Cunha
Adriana Alaide Alves Moura
https://orcid.org/0000-0002-1977-8512
Joel Lobato da Costa
https://orcid.org/0000-0002-2161-3987

Resumo


Objetivo: Analisar as representações sociais de cuidadores familiares de pacientes acometidos por AVC, sobre o cuidado de si. Método: Estudo descritivo, no qual foi utilizado como aporte teórico as representações sociais. Foram investigados 20 cuidadores que frequentavam duas clinicas especializadas em Belém do Pará. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e organizados pela técnica de análise temática indutiva. Resultados: O cuidado de si foi representado pelos cuidadores como de difícil agregação às suas atividades de cuidar do adoecido pelo AVC devido à sobrecarga de trabalho, a qual gerou estresse e frustração. Alguns cuidadores conseguiram transformar esse estresse em uma representação pertencente a complexidade da sua vivência e da rea-lidade do cuidado. Considerações Finais: Foi possível acessar o seu imaginário social e consequentemente a produção de significados atrelados as ações dos cuidadores, comportamentos e componentes cognitivos envolvidos na realidade do cuidar.




 


Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Alves P dos S, da Silva S Éder D, Araújo JS, da Cunha NMF, Moura AAA, da Costa JL. Caring for oneself: social representations of stroke patients’ family caregivers / Cuidado de si: representações sociais de cuidadores familiares de pacientes com AVC. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 14º de junho de 2021 [citado 24º de janeiro de 2022];13:1109-15. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/6861
Seção
Research
Biografia do Autor

Silvio Éder Dias da Silva, Faculdade de Enfermagem da UFPa

Professor Adjunto da Faculdade de Enfermagem da UFPa.

Plum Analytics

Referências

Ski CF, Castle DJ, Lautenschlager NT, Moorea1G, Thompson DR. Caring for caregivers after a stroke. Int Psychogeriatr [Internet]. 2015 [cited 2016 Oct 10]; 27(1):1–4. Available from: https://www.cambridge.org/core/services/aop-cambridge-core/content/view/S1041610214002385

American Heart Association. Heart Disease and Stroke Statistics. AHA Statistical Update. [cited 2016 Oct 29]. Available from: http://circ.ahajournals.org/content/131/4/e29.extract

Almeida SRM. Análise epidemiológica do acidente vascular cerebral no Brasil. Rev de Neurocienc. 2012 [cited 2016 Oct 15]; 20(4):481-482. Available from: http://www.revistaneurociencias.com.br/edicoes/2012/RN2004/editorial%2020%2004/edSara.pdf

Fens M, Beusmans G, Limburg M, Hoef LV, Haastregt JV, Metsemakers J et al. A process evaluation of a stroke-specific follow-up care model for stroke patients and caregivers; a longitudinal study. BMC Nurs. 2015; 14(3):1-10.

Smith-Johnson B, Davis BL, Burns D, Montgomery AJ, McGee ZT. African American wives and perceived stressful experiences: providing care for stroke survivor spouses. ABNF J. 2015; 26(2):39-42.

Grant JS, Hunt CW, Steadman L. Common caregiver issues and nursing interventions after a stroke. State-of-the-Science Nursing Review. 2014; 45(1):151-153.

Araujo JS, Vidal GM, Brito FN, Gonçalves DCA, Leite DKM, Dutra CDT et al. Perfil dos cuidadores e as dificuldades enfrentadas no cuidado ao idoso, em Ananindeua, PA. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol [Internet]. 2013 [cited 2016 Oct 10]; 16(1):149-158. Available from: http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v16n1/a15v16n1.pdf

Montague T, Gogovor A, Ahmed S, Torr E, Aylen J, Marshall L et al. Contributions and Challenges of Non-Professional Patient Care: A Key Component of Contemporary Canadian Healthcare. Healthc Q. 2015 [cited 2016 Oct 10]; 18(3):18-22. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26718249

Loureiro LSN, Fernandes MGM, Nóbrega MML, Rodrigues RAP. Sobrecarga em cuidadores familiares de idosos: associação com características do idoso e demanda de cuidado. Rev Bras Enferm [Internet]. 2014 [cited 2016 Oct 15]; 67(2): 227-32. Available from: http://www.scielo.br/pdf/reben/v67n2/0034-7167-reben-67-02-0227.pdf

Reis LF. O olhar no cuidador. Revista Portal de Divulgação. 2015-2016; (47), Ano VI: 1-8.

Moscovici S. Representações sociais: investigações em psicologia social. Rio de Janeiro: Vozes, 2011.

Morera JAC, Padilha MI, Silva DGV, Sapag J. Theoretical and methodological aspects of social representations. Texto Contexto Enferm [Internet]. 2015 [cited 2016 Oct 10]; 24(4): 1157-65. Available from: http://www.scielo.br/pdf/tce/v24n4/0104-0707-tce-24-04-01157.pdf

Braun V, Clarkc V. Using thematic analysis in psychology. Qual Res Psychol [Internet]. 2006 [cited 2016 Oct 10]; 3(2): 77-101. Available from: http://eprints.uwe.ac.uk/11735/2/thematic_analysis_revised_-_final.pdf

Paiva ACJ, Vila VSC, Almy LMD, Silva JK. A experiência vivenciada por pessoas que sobreviveram ao acidente vascular cerebral e seus cuidadores familiares. Investigação Qualitativa em Saúde. 2015; 1(1):181-86.

Quilici CS. As “técnicas de si” e a experimentação artística. Rev Lume. 2012; 1(2):1-8.

Assunção ABM, Jorge TM. As mídias sociais como tecnologias de si. Esferas [Internet]. 2014 [cited 2016 Oct 15]; 3(5): 151-160. Available from: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/esf/article/view/5331/3644

Spink MJP. O conhecimento no cotidiano: as representações sociais na perspectiva da psicologia social. São Paulo: Brasiliense, 1995.

Jovchelovitch, S. Os contextos do saber: representações, comunidade e cultura. Petrópolis: Vozes, 2008.

Seima MD, Lenardt MH, Caldas CP. Relação no cuidado entre o cuidador familiar e o idoso com Alzheimer. Rev Bras Enferm [Internet]. 2014 [cited 2016 Oct 15]; 67(2): 233-40. Available from: http://www.scielo.br/pdf/reben/v67n2/0034-7167-reben-67-02-0233.pdf

Picoli AR. O cuidado de si, a meditação zazen e o ensino prático da filosofia. Sofia [Internet]. 2015 [cited 2016 Oct 15]; 4(1):177-188. Available from: http://www.periodicos.ufes.br/sofia/article/view/10141

Abric JC. A abordagem estrutural das representações sociais. In: Moreira ASP, Oliveira DC (Org.). Estudos interdisciplinares de representação social. 2. ed. Goiânia: AB, 2000. p. 27-37.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>