Caregivers’ activities at a long-stay institution for the elderly / Atividades dos cuidadores de idosos em uma instituição de longa permanência

Main Article Content

Simone Rodrigues Carvalho
http://orcid.org/0000-0001-8110-7288
Yanka Carollaynne Vogado Próspero
http://orcid.org/0000-0003-4025-0971
Ana Paula Pereira Silva
http://orcid.org/0000-0002-1721-6700
Francisca Cecília Viana Rocha
http://orcid.org/0000-0002-0837-6032
Camila Aparecida Pinheiro Landim Almeida
http://orcid.org/0000-0003-4843-4572
Eliana Campêlo Lago
http://orcid.org/0000-0001-6766-8492

Resumo

Objetivo: Analisar as atividades realizadas pelos cuidadores de idosos de uma instituição de longa permanência. Método: Pesquisa descritiva com abordagem qualitativa, realizada em uma Instituição de longa Permanência para Idosos no município de Teresina-PI, com 12 cuidadores de idosos, de fevereiro a março de 2017, por meio de uma entrevista semi-estruturada. Resultados: Após a análise temática foi possível destacar duas categorias: Atividades em relação às necessidades humana básicas e a sobrecarga dos cuidadores na realização das atividades com os idosos. Conclusão: As ações realizadas não correspondem às atividades além do cuidado. Embora alguns cuidadores se referem fazer algumas brincadeiras, danças e jogos, essas são consideradas como algo não habitual. Há um contratempo, pois as atividades levam a estes a uma sobrecarga de trabalho, mudanças de humor, dificuldades na adaptação, dependência total, tornando assim uma barreira para execução das mesmas.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Carvalho SR, Próspero YCV, Silva APP, Rocha FCV, Almeida CAPL, Lago EC. Caregivers’ activities at a long-stay institution for the elderly / Atividades dos cuidadores de idosos em uma instituição de longa permanência. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de maio de 2021 [citado 13º de agosto de 2022];12:965-70. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/7077
Seção
Research
Biografia do Autor

Simone Rodrigues Carvalho, Centro Universitário Uninovafapi

Graduanda em Enfermagem

Yanka Carollaynne Vogado Próspero, Centro Universitário Uninovafapi

Graduanda em Enfermagem

Ana Paula Pereira Silva, Centro Universitário Uninovafapi

Graduanda em Enfermagem

Francisca Cecília Viana Rocha, Centro Universitário Uninovafapi

Doutoranda em Engenharia Biomédica- UNIVAP, Mestre em Enfermagem – UFPI, Especialista em Qualidade e Segurança do Paciente – FIOCRUZ, Enfermeira do Hospital Getúlio Vargas Docente do Centro Universitário UNINOVAFAPI

Camila Aparecida Pinheiro Landim Almeida, Centro Universitário Uninovafapi

Doutora em Ciências - Área pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto EERP /Universidade de São Paulo USP, Brasil(2012). Professora de Pós-Graduação (Especialização) do Centro Universitário de Saúde Ciências Humanas e Tecnológicas do Piauí, Brasil

Eliana Campêlo Lago, Centro Universitário Uninovafapi

Doutora em BIOTECNOLOGIA pela Universidade Federal do Piauí, Brasil(2012), Professora do Mestrado em Saúde da Família do Centro Universitário UNINOVAFAPI, Brasil.

Plum Analytics

Referências

Fechine BRA, Trompieri N. O processo de envelhecimento: as principais alterações que acontecem com o idoso com o passar dos anos. Inter Science Place. 2015;1(20):106-194.

Ferreira LS, Pinho MSP, Pereira MWM, Ferreira AP. Perfil cognitivo de idosos residentes em Instituições de Longa Permanência de Brasília-DF. Rev bras enferm. 2014; 67(2):247-251.

Ibge. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. [acesso em 2016 Set 19]. Available at: http://www.ibge.gov.br/.

Brasil. Ministério da Saúde. Destaques da saúde da pessoa idosa. Brasília, DF: MS; 2015.

Minayo MCS. O envelhecimento da população brasileira e os desafios para o setor saúde. Cad saúde pública. 2012;28(2):208-209.

Souza PD, Benedetti TRB, Borges LJ, Mazo GZ, Gonçalves LHT. Aptidão funcional de idosos residentes em uma Instituição de Longa Permanência. Rev bras geriatr gerontol. 2011;14(1):7-16.

Mafra SCT. A tarefa do cuidar e as expectativas sociais diante de um envelhecimento demográfico: a importância de ressignificar o papel da família. Rev bras geriatr gerontol. 2011;14 (2):353-363.

Born t. Cuidar melhor e evitar a violência: Manual do Cuidador da Pessoa Idosa. Brasília, DF: Secretaria Especial dos Direitos Humanos; 2008.

Minayo MCS. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 28ª ed. Rio de Janeiro: Vozes; 2014.

Brasil. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 466, de dezembro de 2012. Aprova normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Brasília: Diário Oficial da União; 2013.

Colomé ICS, Marqui ABT, Jahn AC, Resta DG, Carli R, Winck MT. Nora TTD. Cuidar de idosos institucionalizados: características e dificuldades dos cuidadores. Rev eletrônica enferm. 2011;13(2):306-12.

Del Duca GF, Silva MC, Silva SG, Naha MV, Hallal PC. Incapacidade funcional em idosos institucionalizados. Rev bras ativ fís saúde. 2011;16(2):120-124.

Oliveira DC, Carvalho GSF, Stella F, Higa CMH, D'Elboux MJ. Qualidade de vida e sobrecarga de trabalho em cuidadores de idosos em seguimento ambulatorial. Texto contexto – enferm. 2011;20(2):234-240.

Lucca IL, Rabelo HT. Influência das atividades recreativas nos níveis de depressão de idosos institucionalizados. Rev bras ciênc mov. 2012;19(4):23-30.

Silva MP, Falcão DVS. Cuidar de idosos numa ILPI na perspectiva de cuidadoras formais. Rev Kairós. 2014;17(3):111-131.

Scalco JC, Tavares KO, Vieira L, Silva JR, Bastos CCCB. O dia a dia de cuidadores familiares de idosos dependentes. Rev Kairós. 2013;16(1):191-208.

Carvalho MS, Martins JCA. Cuidados Paliativos para idosos institucionalizados: experiência de cuidadores. Rev bras geriatr gerontol. 2016;19(5):745-758.

Uesugui HM, Fagundes DS, Pinho DLM. Perfil e grau de dependência de idosos e sobrecarga de seus cuidadores. Acta paul enferm. 2011;24(5):689-94.

Marins AMF, Hansel, CG, Silva, J. Mudanças de comportamento em idosos com Doença de Alzheimer e sobrecarga para o cuidador. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2016; 20(2):352-356.

Mariano PP, Baldissera VDA, Martins JT, Carreira L. Organização do trabalho de enfermagem nas instituições de longa permanência para idosos: relação com o prazer e sofrimento laboral. Texto contexto - enferm. 2015;24(3):756-765.

Nascimento LSND. Análise dos níveis de sobrecarga de cuidadores de idosos institucionalizados [dissertação]. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina; 2015.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>