Prevalence and associated factorswith abortion among users of health services / Prevalência e fatores associados ao abortamento entre usuárias dos serviços de saúde

Main Article Content

Franciele Marabotti Costa Leite
http://orcid.org/0000-0002-6171-6972
Karina Rosa Paiva
http://orcid.org/0000-0001-5877-9588
Gracielle Pampolim
http://orcid.org/0000-0002-4157-3521
Mariana Rabello Laignier
http://orcid.org/0000-0002-8493-872X
Eliane de Fatima Almeida Lima
http://orcid.org/0000-0001-5128-3715

Resumo

Objetivo: identificar a prevalência e os fatores associados ao abortamento entre usuárias de unidades básicas de saúde. Método: estudo epidemiológico, transversal, realizado com 991 mulheres em 26 Unidades Básicas de Saúde. Os dados foram analisados através do teste Qui-Quadrado e da regressão de Poisson com variância robusta. Resultados: 24,3% das mulheres relataram história de abortamento, sendo essa prevalência 2,35, maior entre aquelas com 35 anos ou mais de idade. A prevalência de abortamento se mostrou 1,58 vezes maior entre as mulheres que relataram violência sexual na infância e 1,61 vezes maior entre aquelas com história de violência física e sexual ao longo da vida. Conclusão: a experiência de abortamento é comum entre as mulheres, e, determinadas características de socioeconômicas e de vida podem estar associadas a uma maior prevalência desse evento.




 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Leite FMC, Paiva KR, Pampolim G, Laignier MR, Lima E de FA. Prevalence and associated factorswith abortion among users of health services / Prevalência e fatores associados ao abortamento entre usuárias dos serviços de saúde. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 25º de junho de 2021 [citado 30º de junho de 2022];13:1172-8. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/9216
Seção
Research
Biografia do Autor

Franciele Marabotti Costa Leite, Universidade Federal do Espírito Santo

Enfermeira, Doutora em Epidemiologia. Professora do Curso de Graduação e Mestrado Profissional em Enfermagem da Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória (ES) - Brasil

Karina Rosa Paiva, Universidade Federal do Espirito Santo

Academica de Enfermagem. Universidade Federal do Espirito Santo.

Gracielle Pampolim, Universidade Federal do Espirito Santo

Fisioterapeuta. Doutora em Saúde Coletiva pelo Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Espírito (UFES). Vitória

Mariana Rabello Laignier, Universidade Federal do Espirito Santo

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora do Curso de Graduação Profissional em Enfermagem da Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória (ES) - Brasil.

Eliane de Fatima Almeida Lima, Universidade Federal do Espírito Santo

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora do Curso de Graduação e Mestrado Profissional em Enfermagem da Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória (ES) - Brasil.

Plum Analytics

Referências

Ganatra B, Tunçalp Ö, Johnston HB, Johnson BR Jr, Gülmezoglu AM, Temmerman M. From concept to measurement: operationalizing WHO's definition of unsafe abortion. Bull World Health Organ. 2014 Mar 1; 92 (3): 155. DOI: http://dx.doi.org/10.2471/BLT.14.136333.

Ministério da Saúde (BR). Atenção humanizada ao abortamento: norma técnica. 2 ed. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2011. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/atencao_humanizada_abortamento_norma_tecnica_2ed.pdf

Nery IS, Monteiro CFS, Luz MHBA, Crizóstomo CD. Vivências de mulheres em Situação de Aborto Espontâneo. Revista Enfermagem UERJ [Internet]. 2006 [ cited 2018 June 14]; 14 (1): 67-73. Available from: http://www.facenf.uerj.br/v14n1/v14n1a11.pdf

França CP, Sakai TM, Kleveston T. Fatores de Risco para Abortamento em um Hospital de Referência no Sul do Brasil: Um estudo Caso-Controle. Arquivos Catarinenses de Medicina [Internet]. 2018 [ cited 2019 June 14]; 47 (2): 35-48. Available from : http://www.acm.org.br/acm/seer/index.php/arquivos/article/view/222/248

Ministério da Saúde (BR). Prevenção e tratamento dos agravos resultantes da violência sexual contra mulheres e adolescentes: norma técnica. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2012.

Diniz D, Madeiro A, Rosas C. Conscientious objection, barriers, and abortion in the case of rape: a study among physicians in Brazil. Reprod Health Matters [Internet]. 2014 [cited 2018 June 18]; 22 (43): 141-8. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24908465

Adesse L, Monteiro MFG. Magnitude do aborto no Brasil: aspectos epidemiológicos e sócio-culturais. Brasília: Ipas Brasil / Instituto de Medicina Social; 2007. Disponível em: http://www.ipas.org.br/arquivos/factsh_mag.pdf

Bacoccina D. A cada ano, 19 milhões de abortos inseguros matam 70 mil, diz relatório. 2007. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/reporterbbc/story/2007/05/070530_abortodb.shtml

Morais LR. A legislação sobre o aborto e seu impacto na saúde da mulher. Senatus [internet]. 2008 [cited 2018 June 18]; 6 (1): 50-8. Available from: https://www2.senado.leg.br/bdsf/item/id/131831.

Diniz D, Medeiros M, Madeiro A. National Abortion Survey 2016. Ciência & Saúde Coletiva [Internet]. 2017 [Cited 2019 June 22]; 22 (2): 653-60. Available from: http://www.scielo.br/pdf/csc/v22n2/en_1413-8123-csc-22-02-0653.pdf

Nader PRA, Macedo CR, Miranda AE, Maciel ELN. Aspectos Sociodemográficos e Reprodutivos do Abortamento Induzido de Mulheres Internadas em uma Maternidade do Município da Serra, ES. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2008 [cited 2018 June 20]; 12 (4): 699-705. Available from: http://www.scielo.br/pdf/ean/v12n4/v12n4a14.pdf

Schraiber LB, Latorre MRDO, França Jr I, Segri NJ, D'Oliveira AFPL. Validity of the WHO VAW study instrument for estimating gender-based violence against women. Revista de Saúde Pública [Internet]. 2010 [cited 2018 June 20]; 44 (4): 658-66. Available from:http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102010000400009.

Nader PRA, Blandino VRP, Maciel ELN. Características de abortamentos atendidos em uma maternidade pública do Município da Serra - ES. Revista Brasileira de Epidemiologia[Internet]. 2007 [cited 2018 June 20]; 10 (4): 615-24. Available from: DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2007000400019.

Araújo CP, Dornelas ACVR, Souza AM. Therapeutic approach in the uterine evacuation process. Revista Baiana de Enfermagem [Internet]. 2018 [cited 2019 Feb 20];; 32 (2): 257-85. Available from: DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v32.24857

Cecatti JC, Guerra GVQL, Sousa MH, Menezes GMS. Aborto no Brasil: um enfoque demográfico. Rev. Bras. Ginecol. Obstet [Internet]. 2010 [cited 2019 Feb 20]; 32 (3): 105-111. Available from:DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032010000300002.

Pilco BL. Prevalência de Abortamento entre Mulheres atendidas em um Hospital Regional de Loreto [tese]. Universidade Nacional da Amazonia Peruana; 2017.

Machado CJ, Lobato ACL, Melo VH, Guimarães MDS. Spontaneous and voluntary fetal losses in Brazil in 1999-2000: a study of associated factors. Revista Brasileira de Epidemiologia. 2013 [cited 2019 Feb 20]; 16 (1): 18-29. Available from: DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2013000100002.

Almeida MS, Coelho EAC, Sobral PHLF, Castro LSA. Perfil Sociodemográfico e Reprodutivo de Mulheres com História de Aborto. Revista Baiana de Enfermagem[Internet]. 2015[cited 2019 Feb 20]; 29 (4): 296-306. Available from:DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v29i4.14426.

Sandi, SF, Braz M. Brazilian women and abortion: a Bioethical approach to public health care. Revista Bioética [Internet]. 2010 [cited 2019 Feb 20]; 18 (1): 131-53. Available from:http://revistabioetica.cfm.org.br/index.php/revista_bioetica/article/view/541/563.

Meucci RD, Saavedra JS, Silva ES, Branco MA, Freitas JN, Santos M, et al. Alcohol intake during pregnancy among parturients in southern Brazil. Revista Brasileira de Saúde Matererno Infantantil [Internet]. 2017 [cited 2019 Feb 20]; 17 (4): 653-61. Available from: DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1806-93042017000400003.

Oyama SMR, Passos SD, Rodrigues MMD, Silva AB, Oliveira LAP, Furquim M, et al. Análise do Perfil Etiológico e Aspectos Sociodemográficos dos Abortos Ocorridos em um Hospital Universitário. Anais do X Congresso Brasileiro de Epidemiologia; 2017 Out 7-11; Florianópolis, Santa Catarina, Brasil: Abrasco; dois mil e dezessete.

Maia JÁ, Pereira LA, Menezes FA. Consequências do Uso de Drogas Durante a Gravidez. Revista Enfermagem Contemporânea [Internet]. 2015 [cited 2019 Feb 20]; 4 (2): 121-8. Available from: DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3378rec.v4i2.664.

Machado JB, Lopes MHI. Abordagem do tabagismo na gestação. Scientia Medica [Inernet]. 2009 [cited 2019 Feb 20]; 19 (2): 75-80. Available from: https://core.ac.uk/download/pdf/25530645.pdf

Santos TF, Andreoni S, Silva RS. Prevalence and characteristics of women with induced abortion – Favela México 70, São Vicente – São Paulo. Revista Brasileira de Epidemiologia [Internet]. 2012 [cited 2019 Feb 20]; 15 (1): 123-33. Available from: DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2012000100011.

Couto TM, Nitschke RG, Lopes RLM, Gomes NP, Diniz NMF. Everyday life of women with a history of domestic violence and abortion. Texto contexto – enferm [Internet]. 2015 [cited 2019 Feb 20]; 24 (1): 263-9. Available from: DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072015003620012.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>