Knowledge of nursing professionals about sexual violence against adolescents / Conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre a violência sexual contra o adolescente

Main Article Content

Amanda Alves Barreto
http://orcid.org/0000-0001-5716-7141
Ellen Márcia Peres
http://orcid.org/0000-0003-4262-6987
Helena Ferraz Gomes
http://orcid.org/0000-0001-6089-6361
Dayana Carvalho Leite
http://orcid.org/0000-0003-4262-6987
Bruna Maiara Ferreira Barreto Pires
http://orcid.org/0000-0002-5584-8194
Priscila Cristina da Silva Thiengo Andrade
http://orcid.org/0000-0003-0840-4838

Resumo

Objetivo: desvelar o conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre violência sexual contra o adolescente. Método: Pesquisa qualitativa, descritiva, utilizando entrevista com perguntas semiestruturadas, realizada em uma enfermaria especializada em saúde do adolescente no Rio de Janeiro, no período de maio a agosto de 2018, com 17 profissionais de enfermagem. Resultados: Emergiram duas categorias temáticas relacionadas com a compreensão da violência sexual contra o adolescente e, as ações e condutas profissionais diante da violência sexual contra o adolescente. Conclusão: Conclui-se que há uma necessidade de capacitação dos profissionais de enfermagem relacionada a violência sexual contra o adolescente em decorrência da falta de conhecimento mais denso sobre a temática.




 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Alves Barreto A, Peres EM, Ferraz Gomes H, Carvalho Leite D, Ferreira Barreto Pires BM, da Silva Thiengo Andrade PC. Knowledge of nursing professionals about sexual violence against adolescents / Conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre a violência sexual contra o adolescente. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 8º de setembro de 2021 [citado 24º de janeiro de 2022];13:1283-9. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/9721
Seção
Research
Biografia do Autor

Amanda Alves Barreto, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

1Enfermeira. Residente de Enfermagem do Programa de Enfermagem em Saúde do Adolescente do Hospital Universitário Pedro Ernesto, da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Ellen Márcia Peres, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira. Doutora em Saúde Coletiva pelo IMS/UERJ. Professora Associada do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Helena Ferraz Gomes, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutora em Enfermagem. Professora Assistente do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 

Dayana Carvalho Leite, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira. Mestranda em Enfermagem. Chefe de Enfermagem da Atenção Terciária do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente do Hospital Universitário Pedro Ernesto, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Bruna Maiara Ferreira Barreto Pires, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira. Doutora em Ciências do Cuidado em Saúde. Professora Assistente do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Priscila Cristina da Silva Thiengo Andrade, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira. Doutoranda em Enfermagem. Professora Assistente do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Plum Analytics

Referências

Ministério dos Direitos Humanos. Secretaria Nacional de Proteção dos Direitos da Criança e Adolescente. Violência contra Crianças e Adolescentes: Análise de Cenários e Propostas de Políticas Públicas, Brasília (DF): Ministério dos Direitos Humanos; 2018.

Zanatta EA, Pai DD, Resta DG, Argenta C, Motta MGC. Caracterização das notificações de violência contra adolescentes. Enfermagem em Foco 2012; [citado em 23 set. 2019]; 3(4): 165-168. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/viewFile/376/167.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Prevenção e tratamento dos agravos resultantes da violência sexual contra mulheres e adolescentes: norma técnica. 3a ed. Brasília (DF): MS; 2012.

Justino LCL, Nunes CB, Gerk MAS, Fonseca SSO, Ribeiro AA, Paranhos Filho AC. Violência sexual contra adolescentes em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Rev. Gaúcha Enferm. [Internet]. 2015 [citado em 25 set. 2019]; 36 (spe): 239-246. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v36nspe/0102-6933-rgenf-36-spe-0239.pdf.

Amaral AMS, Santos D, Paes HCS, Dantas IS, Santos DSS. Adolescência, gênero e sexualidade: uma revisão integrativa. Rev. Enferm. Contemp. 2017; [citado em 30 set.2019]; 6(1):62-7. Disponível em: https://www5.bahiana.edu.br/index.php/enfermagem/article/view/1114/850.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Área de Saúde do Adolescente e do Jovem. Marco legal: saúde, um direito de adolescentes. Brasília: MS; 2005.

Ministério da Justiça (BR). Estatuto da criança e do adolescente. Lei nº 8.069, de 13 de julho 1990. Dispõe sobre o Estatuto da criança e do adolescente e dá outras providências. Brasília (DF): MJ; 1990.

Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Proteger e cuidar da saúde de adolescentes na atenção básica [recurso eletrônico] / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. – Brasília: Ministério da Saúde, 2017. 234 p.

Ministério da Saúde. Marco Legal: saúde, um direito de adolescentes. Brasília, 2007.

Facuri CO, Fernandes AMS, Oliveira KD, Andrade TS, Azevedo RCS. Violência sexual: estudo descritivo sobre as vítimas e o atendimento em um serviço universitário de referência no Estado de São Paulo, Brasil. Cad. Saúde Pública. 2013; [citado em 27 set. 2019]; 29(5):889-98. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v29n5/08.pdf.

Polanczyk GV, Zavaschi ML, Benetti S, Zenker R, Gammerman G. Violência sexual e sua prevalência em adolescentes de Porto Alegre, Brasil. Rev. Saúde Pública. 2003; [citado em 28 set. 2019]; 37:814. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v37n1/13539.pdf.

Baptista RS, Chaves OBBM, França ISX, Sousa FS, Oliveira MG, Leite CCS. Violência sexual contra mulheres: a prática de enfermeiros. Rev. Rene. 2015; [citado em 30 set. 2019]; 16 (2):210-217. Disponível em: http://repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/12654/1/2015_art_rsbaptista.pdf.

Oliveira TC, Carvalho LP, Silva MA. O enfermeiro na atenção à saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes. Rev. Bras. Enferm. 2008; [citado em 02 out 2019]; 61(3):306-11. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v61n3/a05v61n3.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução n. 466, de 12 de dezembro de 2012. Aprova diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Brasília, Diário Oficial da União, 12 dez. 2012.

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2011.

Ministério da Saúde (BR). Linha de Cuidado para a Atenção Integral à Saúde de Crianças, Adolescentes e suas Famílias em Situação de Violência Orientações para gestores e profissionais de saúde. Brasília (DF): MJ; 2010.

Woiski ROS; Rocha DLB. Cuidado de enfermagem à criança vítima de violência sexual atendida em unidade de emergência hospitalar. Esc. Anna Nery Rev. Enferm. 2010;14(1): 143-50.

World Health Organization (WHO). Guidelines for medico-legal care for victims of sexual violence. Geneve; 2003. [citado em 30 out. 2019]. Disponível em: https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/42788/924154628X.pdf;jsessionid=B59074C0623DE7C37FCED781EE2A7349?sequence=1.

Trigueiro TH; Silva MHD; Merighi MAB; Oliveira DMD; Jesus MCPD. O sofrimento psíquico no cotidiano de mulheres que vivenciaram a violência sexual: estudo fenomenológico. Esc. Anna Nery Rev. Enferm. 2017; [citado em 05 out. 2019]; 21(3), e20160282. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v21n3/pt_1414-8145-ean-2177-9465-EAN-2016-0282.pdf.

de Sá CMQ; de Lima EIS; Ramos FMC; da Silva FEB; de Oliveira LL. Abuso sexual infantil e suas consequências na vida adulta da mulher: uma abordagem reflexiva. Mostra Interdisciplinar do curso de Enfermagem, 2017; [citado em 20 out 2019]; 2(1). Disponível em: http://201.20.115.105/home/bitstream/123456789/548/1/1099-3136-1-PB.pdf.

Oliveira FS; Araújo LM; Silva LL; Crispim ZM; Lucindo VBDB; Oliveira LN. Violência doméstica e sexual contra a mulher: revisão integrativa. Holos. 2017; [citado em 05 out. 2019]; 8(33), 275-284. Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/1903/pdf.

Azambuja MRF. Violência sexual intrafamiliar: é possível proteger a criança? Rev. Virtual Textos & Contextos. 2006; [citado em 10 out. 2019]; 5:1-19. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/fass/ojs/index.php/fass/article/view/1022/802.

Cordeiro LAM, Cordeiro SM, Lima CC, Franco TLB, Gradim CVC. Violência contra a mulher: revisão integrativa. Rev. enferm. UFPE online. 2013; [citado em 20 set. 2019]; 7(3):862-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v20n11/1413-8123-csc-20-11-3523.pdf.

Platt VB; Back IDC; Hauschild DB; Guedert JM. Violência sexual contra crianças: autores, vítimas e consequências. Ciência & Saúde Coletiva. 2018; [citado em 20 out. 2019]; 23(4), 1019-1031. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v23n4/1413-8123-csc-23-04-1019.pdf.

Acosta DF; Gomes VLO; da Fonseca AD; Calcagno Gomes G. Violência contra a mulher por parceiro íntimo: (in) visibilidade do problema. Texto & Contexto Enfermagem. 2015; [citado em 15 set. 2019]; 24(1):121-127. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v24n1/pt_0104-0707-tce-24-01-00121.pdf.

Silva LMP, Ferriani MGC, Silva MAI. Atuação da enfermagem frente à violência sexual contra crianças e adolescentes. Rev. Bras. Enferm. 2011; [citado em 15 out. 2019]; 64(5):919-24. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v64n5/a18v64n5.pdf.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)