Bibliometric analysis about hiv vulnerability / Análise bibliométrica acerca da vulnerabilidade ao HIV

Main Article Content

Daniela de Aquino Freire
http://orcid.org/0000-0002-6708-5139
Juliana da Rocha Cabral
http://orcid.org/0000-0003-3827-996X
Marta Regina Chaves Camilo Fernandes
http://orcid.org/0000-0002-8068-9113
Thaís da Silva Oliveira
http://orcid.org/0000-0002-6461-201X
Regina Célia de Oliveira
http://orcid.org/0000-0002-6559-5872
Fátima Maria da Silva Abrão
http://orcid.org/0000-0003-3254-2851

Resumo

Objetivo: analisar a frequência de palavras correlacionando com o título e resumo da produção científica sobre a vulnerabilidade das pessoas ao HIV à luz da Lei de Zipf. Métodos: estudo descritivo, de análise bibliométrica. A busca ocorreu na base de dados SCOPUS (Elsivier) utilizando os descritores HIV e vulnerability. Foi utilizado o operador booleano and. Critérios de inclusão: artigos disponíveis na íntegra, de forma gratuita, sem restrição de idioma e no espaço temporal entre 1983 e 2020.  Resultados: as nuvens de tags possibilitaram identificar claramente a correlação existente entre todos os segmentos de texto através da frequência das palavras ‘HIV’, ‘vulnerabilidade’ com o sexo feminino. Conclusão: a teoria de Zipf possibilitou uma visão mais moderna, para a enfermagem, corroborando na análise de estruturas de linguagem escrita advindas de textos. Neste sentido, pode-se inferir que, de uma forma geral, os resumos revelaram aspectos fundamentais para a compreensão ampla acerca do tema.




 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Freire D de A, Cabral J da R, Fernandes MRCC, Oliveira T da S, de Oliveira RC, Abrão FM da S. Bibliometric analysis about hiv vulnerability / Análise bibliométrica acerca da vulnerabilidade ao HIV . R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 8º de setembro de 2021 [citado 29º de novembro de 2021];13:1303-8. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/9829
Seção
Research
Biografia do Autor

Daniela de Aquino Freire, Universidade de Pernambuco

Enfermeira. Mestre em Enfermagem UPE/UEPB. Doutoranda em Enfermagem pela Universidade de Pernambuco e Universidade Estadual da Paraíba

Juliana da Rocha Cabral, Universidade de Pernambuco

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda em Enfermagem pela Universidade de Pernambuco e Universidade Estadual da Paraíba. Recife – Pernambuco – Brasil.

Marta Regina Chaves Camilo Fernandes, Universidade de Pernambuco

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda em Enfermagem pela Universidade de Pernambuco e Universidade Estadual da Paraíba. Recife – Pernambuco – Brasil.

Thaís da Silva Oliveira, Universidade de Pernambuco

Enfermeira. Mestre em Enfermagem pela Universidade de Pernambuco e Universidade Estadual da Paraíba. Universidade de Pernambuco. Recife – Pernambuco – Brasil.

Regina Célia de Oliveira, Universidade de Pernambuco

Enfermeira. Doutora em Enfermagem pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Coordenadora do Programa Associado de Pós - Graduação em Enfermagem UPE/UEPB. Recife – Pernambuco – Brasil.

Fátima Maria da Silva Abrão, Universidade de Pernambuco

Enfermeira. Doutora em Enfermagem pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Professor Associado da Universidade de Pernambuco/Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças (UPE/FENSG). Recife – Pernambuco – Brasil.

Plum Analytics

Referências

World Health Organization (WHO). Global report: UNAIDS report on the global AIDS epidemic. [Internet] 2019. [cited 2020 jun 26] Available from: https://www.unaids.org/sites/default/files/media_asset/2019-UNAIDS-data_en.pdf.

Guimarães MDC, Carneiro M, Abreu DMX, França EB. Mortalidade por HIV/Aids no Brasil, 2000-2015: motivos para preocupação? Rev. Bras. Epidemiol. [Internet]. 2017 [acesso em 04 fevereiro 2020]; 20(1). Disponível em: https://doi.org/10.1590/1980-5497201700050015.

Andrade JS, LimaGS, Oliveira FBM. Análise dos fatores de vulnerabilidade à infecção por HIV/AIDS em população negra. ReOnFacema. [Internet]. 2018 [acesso em 02 de março 2020]; 4(3). Disponível em: https://www.facema.edu.br/ojs/index.php/ReOnFacema/article/view/296.

Ayres JRCM. Cuidado e reconstrução das práticas de saúde. Interface comun. saúde educ. [Internet]. 2014 [acesso em 18 de fevereiro 2020]; 8. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1414-32832004000100005.

Ayres JRCM. “Prevenção de agravos, promoção da saúde e redução de vulnerabilidade”. In: Martins MA, Carrilho FJ, Alves VA, Castilho CG, Wen CL. (orgs.). Clínica médica. [Internet]. 2009 [acesso em 18 fev. 2020]. 1. Disponível em: http://observatorio.fm.usp.br/handle/OPI/15187.

Calazans GJ. Políticas públicas de saúde e reconhecimento: um estudo sobre prevenção da infecção pelo HIV para homens que fazem sexo com homens. [Doutorado em Medicina Preventiva]. São Paulo (Brasil): Universidade de São Paulo; 2018. [acesso em 26 de junho 2020]. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5137/tde-22102018-120508/pt-br.php.

Bittencourt GKGD, Moreira MASP, Meira LCS, Nóbrega MML, Nogueira JA, Silva AO. Beliefs of older adults about their vulnerability to HIV/Aids, for the construction of nursing diagnoses. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. 2015 [cited 2020 fev 18]; 68(4). Available from: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2015680402i.

Santos RN. Produção científica: por que medir? O que medir? Rev. Digit. Bibliotecon. Cienc. Inf. [Internet]. 2003 [acesso em 22 de fevereiro 2020]; 1(1). Disponível em: https://doi.org/10.20396/rdbci.v1i1.2087.

Medeiros JMG, Vitoriano MAV. The evolution of bibliometrics and its nterdisciplinarity in brazilian’s scientific production. Rev. Digit. Bibliotecon. Cienc. Inf. [Internet]. 2015 [cited 2020 fev 22]; 13(3). Available from: https://go.gale.com/ps/anonymous?id=GALE%7CA466411737&sid=googleScholar&v=2.1&it=r&linkaccess=abs&issn=1678765X&p=AONE&sw=w.

BIBENG - Biblioteca da Escola de Engenharia da UFRGS - “Scopus - Tutorial”. [Internet]. [acesso em 26 de junho 2020]. Disponível em: https://docplayer.com.br/10458406-T-u-t-o-r-i-a-i-s-scopus-tutorial-biblioteca-da-escola-de-engenharia-da-ufrgs-scopus-tutorial.html.

Camargo BV, Justo AM. IRAMUTEQ: um software gratuito para análise de dados textuais. Temas psicol. (Online). [Internet]. 2013 [acesso em 26 de fevereiro 2020]; 21(2). Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/tp/v21n2/v21n2a16.pdf.

BRASIL. Lei n. 12.853, de 14 de agosto de 2013. Altera os arts. 5º, 68, 97, 98, 99 e 100, acrescenta arts. 98-A, 98-B, 98-C, 99-A, 99-B, 100-A, 100-B e 109-A e revoga o art. 94 da Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, para dispor sobre a gestão coletiva de direitos autorais, e dá outras providências. Portal da Legislação: Leis Ordinárias. 2013. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12853.htm.

Molina MP. El resumen documental: princípios y métodos. Madrid: Pirâmide; Salamanca: Fundácion Germán Sánchez Rupérez; 1992.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de Vigilância em Saúde [Internet]. 3. ed. Brasília: Ministério da Saúde; 2019 [acesso em 26 de junho 2020]. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2019/boletim-epidemiologico-de-hivaids-2019

Andrade SSC, Brito KKG, Gomes KKS, Lucena ASM, Santana EMF, Oliveira SHS. Vulnerabilidade à aids entre mulheres de aglomerado subnormal. Enfermagem Brasil. [Internet]. 2019 [acesso em 25 de fevereiro 2020]; 18(2). Disponível em: http://portalatlanticaeditora.com.br/index.php/enfermagembrasil/article/view/1194/html.

Sevalho G. The concept of vulnerability and health education based on the theory laid out by Paulo Freire. Interface comun saúde educ. [Internet]. 2018 [cited 2020 fev 27]; 22(64). Available from: https://doi.org/10.1590/1807-57622016.0822.

Chaves ACP, Sousa CSP, Almeida PC, Bezerra EO, Sousa GJB, Pereira MLD. Vulnerabilidade à infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana entre mulheres em idade fértil. Rev. Rene. [Internet]. 2019 [acesso em 02 de março 2020]; 20(1). Available from: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-997295.

Maliska ICA, Padilha MI, Andrade SR. Policies directed towards STD/AIDS and their politicalcare integration in the context of the SUS: a study of the city of Florianópolis, SC, Brazil. Texto Contexto Enferm. [Internet]. 2014 [cited 2020 mar 03]; 23(3). Available from: https://doi.org/10.1590/0104-07072014003290012.

Campos CGAP, Estima SL, Santos VS, Lazzarotto AR. A vulnerabilidade ao hiv em adolescentes: estudo retrospectivo em um centro de testagem e aconselhamento. REME rev. min. enferm. [Internet]. 2014 [acesso em 06 de março 2020]; 18(2). Disponível em: http://www.dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20140024.

Moreira PA, Reis TS, Menezes AF, Mendes RB. Vulnerabilidade ao Hiv/Aids em adolescentes de uma escola pública no interior de Sergipe. Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online). [Internet]. 2019 [acesso em 08 de março 2020]; 11(4). Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/enfermeria/resource/pt/biblio-1005607.

Lopes AOS, Barbosa JA. Vulnerabilidade de Adolescentes de uma Instituição Pública de Ensino ao Vírus da Imunodeficiência Humana. Ver. Adolescência e Saúde. [Internet]. 2015 [acesso em 10 de março 2020]; 12(1). Disponível em: http://www.adolescenciaesaude.com/detalhe_artigo.asp?id=482#.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico de HIV e Aids. Brasília: Ministério da Saúde; 2016. [acesso em 26 de junho 2020]. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2016/boletim-epidemiologico-de-aids-2016.

Maia, ECA, Reis Junior LP. Modes of Coping HIV/AIDS: Human Rights, Vulnerability and Health Care. Ver. Nufen. Phenom. Interd. [Internet]. 2019 [cited 2020 mar 09]; 11(1). Available from: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?pid=S2175-25912019000100012&script=sci_abstract&tlng=en.

Greco DB. Trinta anos de enfrentamento à epidemia da Aids no Brasil, 1985-2015. Ciênc. Saúde Colet. [Internet]. 2016 [acesso em 10 de março 2020]; 21(5). Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232016000501553&script=sci_abstract&tlng=pt.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>