MATERNAL EXPERIENCES IN THE PEDIATRIC INTENSIVE CARE UNIT

Luciano Marques dos Santos, Verônica Mascarenhas Oliveira, Rosana Castelo Branco de Santana, Maria Cristina de Camargo Fonseca, Elton dos Santos Neves, Márcia Consuêlo Silva Santos

Resumo


Objetivo: Este estudo objetivou compreender a vivência materna durante a hospitalização da criança criticamente enferma na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica de um hospital público do interior da Bahia. Método: Estudo qualitativo, exploratório e descritivo realizado através de entrevistas semiestruturadas aplicadas a 19 mães acompanhantes de crianças hospitalizadas na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica de um hospital público de Feira de Santana, Bahia. Resultados: Os resultados obtidos foram analisados a partir da Análise de Conteúdo de Bardin. Foi possível notar que a hospitalização do filho na unidade intensiva traz impacto na dinâmica da família e gera medo, angústia e tristeza para mãe, tornando-a mais vulnerável. Conclusão: É necessário atentar para as necessidades da mãe, a fim de promover um cuidado centrado na família e minimizar os impactos advindos com a hospitalização da criança.

Palavras-chave


Enfermagem Pediátrica; Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica; Enfermagem Familiar; Criança Hospitalizada.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2013.v5i1.3432-3442 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge
SCImago Institutions Rankings