O ESTRESSE NOS DOCENTES DE ENFERMAGEM DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA

Lívia Ceschia dos Santos Miranda, Caroline de Aquino Pereira, Joanir Pereira Passos

Resumo


Objetivos: Avaliar o nível de estresse nos docentes de enfermagem de uma universidade pública e analisar os fatores desencadeantes do estresse no docente de enfermagem. Método: Estudo descritivo com abordagem quali-quantitativa. Teve como cenário uma escola de enfermagem de uma universidade pública e participaram do estudo 22 professores. Para coleta dos dados aplicou-se um instrumento com perguntas abertas e fechadas. Resultados: O estudo apontou que 8 (36%) docentes consideram elevado o seu nível de estresse, entretanto após aplicação do autoteste, o nível moderado foi o mais obtido (36%). As situações geradoras de estresse na opinião dos docentes dizem respeito à área trabalho/qualificação em primeiro lugar, com 60% das citações, seguida da área pessoal/social (26%). Conclusão: Assinala a importância de identificar a causa do estresse, a fim de buscar estratégia alternativa de enfrentamento ao estímulo e chegarmos a uma resolução satisfatória. Descritores: Enfermagem, Estresse, Trabalho, Saúde do trabalhador.

Palavras-chave


Enfermagem, estresse, trabalho, saúde do trabalhador.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2009.v1i2.%25p 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.