Síndrome de burnout em profissionais de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva Burnout syndrome in nursing professionals from an intensive care unit

Larissa Santi Fernandes, Maria José Trevizani Nitsche, Ilda de Godoy

Resumo


Objetivo: Avaliar o nível da Síndrome de burnout nos profissionais de Enfermagem na Unidade de Terapia Intensiva. Metodologia: Estudo quantitativo e transversal, realizado com 47 profissionais de Enfermagem que trabalham na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital publico de alta complexidade, no período de Abril a Outubro de 2012. Utilizou-se um questionário estruturado autoaplicável acrescido do Maslach Burnout Inventory, analizou-se por regressão logística pelo teste de Wald. Resultado: 74,5% dos profissionais obtiveram um alto nível para exaustão, 93,7% baixo nível para realização profissional e 93,7% alto nível para despersonalização. Considerações finais: O ambiente intensivista é propício para o desenvolvimento da Síndrome.


Palavras-chave


Burnout; Enfermagem; Terapia intensiva; Promoção da Saúde

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2017.v9i2.551-557 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge